Linkin Park ao vivo
Foto do Linkin Park via Shutterstock

E parece que finalmente o Linkin Park superou seu luto musical após a morte de Chester Bennington.

Três anos após perdermos o icônico vocalista, vítima de suicídio em 20 de Julho de 2017, o grupo voltou a compor novos sons e ideias, e a informação veio a partir do baixista Dave “Phoenix” Farrell, que disse em entrevista que os músicos já vinham trabalhando antes da pandemia.

Segundo ele (via Kerrang!), a rotina agora se resume a ficar em casa isolado para evitar a COVID-19, mas ainda assim há novidades sendo pensadas pelos integrantes do Linkin Park que estão se reunindo em conferências online:

Para nós, com a banda, a gente vem compondo antes disso tudo começar, então casualmente à essa altura estamos nos encontrando no Zoom [programa de reuniões virtuais] para almoçar juntos e dizer, ‘Oi.’ Mas não podemos nos reunir para compor ou fazer o processo todo. Então estamos em casa trabalhando um pouco, mexendo em ideias.

Eu tenho tocado muita bateria, apenas como uma forma de fazer algo novo – tenho feito isso pelo último ano, ou um ano e meio, e de propósito estou fazendo o máximo de barulho que posso para criar o meu espaço na casa.

Futuro do Linkin Park

Desde a morte de Chester Bennington, os integrantes da banda nunca falaram abertamente sobre seguir em frente com outro vocalista. De outro lado, eles também nunca colocaram um ponto final na banda fundada por Mike Shinoda, Brad Delson, Joe Hahn, Rob Bourdon e o próprio Dave Farrell.

Ao que tudo indica, o grupo deve seguir em frente após a pandemia, só não sabemos com qual formação.

 
Compartilhar