Lives Marília Mendonça
Reprodução/YouTube
 

As lives que têm acontecido diariamente aqui no Brasil são incríveis, mas é claro que alguém arranjou uma forma de estragar a brincadeira.

Uma matéria do G1 mostrou que diversas transmissões “piratas” pipocaram pelo YouTube enquanto artistas como Marília Mendonça, Bruno e Marrone e mais se apresentavam. Essas lives têm em comum o fato de que essa galera está pedindo doações a quem assiste, com a intenção de ajudar famílias afetadas pelo coronavírus.

O problema teria começado com a live do sertanejo Gusttavo Lima, que nem estava incentivando doações. Depois, aconteceu com Marília e com a dupla sertaneja — estes se uniram ao YouTube para recolher o dinheiro e doá-lo.

Canais desconhecidos do YouTube “roubam” o sinal destas transmissões e, além de pegar a audiência dos artistas, também estavam pegando doações colocando QR Codes que levavam o dinheiro a outros destinos. Os dados para doar nestes casos eram falsos e indicavam contas pessoais.

Ao G1, Paulo Lima, presidente da Universal Music Brasil, disse:

Nós trabalhamos com o YouTube para derrubar essas lives. O YouTube implementou um sistema automático para derrubar todas essas retransmissões ilegais. Esperamos que isso logo acabe.

Marília Mendonça também se mostrou bastante incomodada com a prática. “Num momento deste, a pessoa está fazendo ‘engenharia para roubar’! Espero que haja uma maneira de inibir esta papagaiada, ficaria muito feliz,” ela completou.

O YouTube afirma que tem mesmo derrubado estas transmissões em shows mais recentes, o que parece ter funcionado.

De qualquer forma, lembre-se sempre de buscar pelas redes sociais oficiais dos artistas! Além disso, confira a Agenda de lives do TMDQA! e sempre suspeite quando houver algo estranho nas transmissões, principalmente com poucas pessoas assistindo.