Divulgação
 

Durante esses tempos de quarentena, o festival Together at Home está sendo aguardadíssimo e promete criar uma noite histórica dentro da situação totalmente atípica que vivemos.

O evento, com curadoria de Lady Gaga e apoio da Organização Mundial da Saúde  (OMS) e do festival Global Citizen, anunciou centenas de atrações na busca pela conscientização da importância de ficar em casa e também pela arrecadação de doações para ajudar os profissionais de saúde na linha de frente do combate à doença.

O dia finalmente chegou e a partir das 15h de hoje (Horário de Brasília) o festival estará acontecendo ao redor do mundo. Portanto, resolvemos criar um guia para você se programar e entender como viver essa experiência única. Vem com a gente!

Artistas confirmados

Com mais de 100 personalidades confirmadas, entre ícones da música, cinema, TV, esportes e mais, o Together at Home é liderado por nomes como Paul McCartneyEddie Vedder (Pearl Jam), Elton John e muito mais, além de Gaga. Você pode conferir a escalação completa no cartaz abaixo.

Line-up Together at Home
Foto via Global Citizen

Um papo que tem tudo pra ser bem interessante é com o casal Idris Sabrina Elba, já que ambos foram infectados com a COVID-19 e podem dar relatos informativos. Outra informação que vale ser lembrada é que a apresentação do evento será feita pelos maiores concorrentes dos talk shows americanos, unidos por uma mesma causa: Jimmy Fallon, Jimmy Kimmel Stephen Colbert.

Vale destacar ainda a presença de Anitta, única brasileira a figurar no line-up.

Como assistir

O festival será transmitido hoje (18 de Abril) na Internet e na televisão, inclusive no Brasil.

Por aqui, você poderá ver o evento em canais como Globo, Multishow e MTV Brasil. A programação com as principais bandas começa às 21 horas no Horário de Brasília, mas você pode conferir tudo em detalhes no site oficial do evento.

O fuso horário por lá é “ET”, ou horário da Costa Leste dos EUA, que está uma hora pra trás da gente. Sendo assim, basta somar uma hora para ter a programação no Horário de Brasília entre os tantos canais que transmitirão.

Por exemplo, MTV Brasil, VH1, Paramount e Comedy Central só transmitem a partir das 21 ET, ou 22 horas daqui. Já o Multishow transmite entre 8 e 10 ET, ou 21h e 23h do Brasil, e a Globo passará reprise a partir das 00:45 já de Domingo. Quem também transmite a partir das 21h é o Canal Sony.

Na Internet, será possível assistir aos shows no YouTube (no vídeo acima), Twitch, Amazon Prime Video, Apple, Facebook, Instagram e mais. Nesses canais, a programação mais ampla começa às 15 horas no Horário de Brasília.

Horários dos shows

Não foram divulgados os horários de cada show em específico. Aliás, a organização afirma que isso não irá acontecer e, portanto, a ideia é se manter atento à programação do começo ao fim. Há, pelo menos, três blocos de horários divulgados pelo site oficial:

Together At Home - Horários

Together At Home - Horários

Together At Home - Horários

Os principais nomes da festa aparecerão a partir das 21 horas, quando o programa vai para a Televisão:

Programação Together At Home na Televisão

Não há informações também sobre a possibilidade de tradução simultânea para as performances de atores, personalidades do esporte e afins, em especial nas transmissões exclusivamente pela internet.

O que esperar das apresentações?

As apresentações devem ser todas curtas, especialmente considerando a enorme quantidade de nomes escalados para participar.

Como todos os artistas estarão em suas casas, também podemos esperar performances mais cruas (e na maioria das vezes acústicas) já que a ideia não é fazer uma superprodução e sim conscientizar a população e arrecadar doações.

LEIA TAMBÉM: O que podemos esperar da Live de Eddie Vedder, vocalista do Pearl Jam?

Portanto, é bem provável que vejamos os artistas alternando entre conversas e um pequeno show, com bem poucas músicas. Para se ter uma ideia de como serão as participações, vale a pena conferir a playlist Together at Home no YouTube, que conta com alguns nomes que estarão no evento como Chris Martin John Legend.

No entanto, essas lives eram exclusivas e permitiam um formato maior. Para hoje, não seria de se surpreender que o tempo fosse bem mais limitado — mesmo para os grandes nomes da escalação.