Banda da Portaria
foto: divulgação
 

A Banda da Portaria lançou recentemente nas plataformas de streaming seu novo single, “Eu Amo Andar”.

O grupo teve origem a partir de um livro de poesia chamado “Poemas de Amor Deixados na Portaria”. Por causa desta obra, quatro músicos se reuniram para musicar poemas, dando início ao projeto de música autoral para trazer poesia aos ritmos da música popular brasileira.

Atualmente, a Banda da Portaria é formada por Vitor Miranda (poesia), João Mantovani (voz e violão), Telo Ferreira (bateria e percussão), Daniel Nakamura (guitarra) e Daniel Doc (baixo e produção musical).

Resp

Resp
foto: divulgação

O cantor curitibano Resp disponibilizou nas plataformas digitais a música “CWCG”, que traz a participação do rapper thesea. Na letras, eles versam sobre a magia de se transformar em novas pessoas ao viajar e conhecer outras realidades.

A faixa, que ganhará clipe em breve, vai fazer parte do álbum 2x, que tem previsão de lançamento para Junho.

Não Não-Eu

Não Não-Eu
foto: divulgação

O duo mineiro Não Não-Eu liberou no YouTube o clipe para o single “Antes Tarde”. Dirigido por Cláudio Valentin, o vídeo foi filmado em um só take durante esta quarentena imposta pelas autoridades públicas e é inspirado nas angústias em momentos de confinamento.

“Quando estamos ‘presos’ convivendo intensamente, torna-se necessário compreender o tempo do outro. Nossas luzes e sombras convivem ao mesmo tempo. Múltiplas formas de elaborar a angústia do momento”, opina Pâmilla.

“Eu percebo esse vídeo como uma forma de estar no espaço, de relacionar consigo mesmo naquele lugar e naquele momento”, destaca Cláudio.

Armada

Armada
foto: divulgação

Misturando punk e folk, o Armada lançou o clipe para a faixa “Bandeira Negra”, que dá nome ao seu mais recente disco, lançado em 2018 pela gravadora Hearts Bleed Blue (HBB) no Brasil e pela americana Pirates Press Records nos Estados Unidos.

O vídeo foi dirigido por Tracco e busca trazer de volta a sensação dos integrantes estarem juntos gozando de extrema liberdade, seja ela musical ou de locomoção.

“Acho muito positivo conseguir lançar um material novo em meio a esse momento tão estranho que estamos vivendo. Espero que as pessoas que curtem nosso som possam, por alguns minutos, esquecer os muitos problemas que estão passando. Editar esse clipe trouxe uma sensação agridoce. Além da saudade de estar em estúdio, é meio absurdo pensar que agora não podemos mais fazer algo tão natural como estarmos todos juntos numa mesma sala. Enfim, cedo ou tarde vamos voltar a fazer o que gostamos e com certeza vamos dar mais valor a esses momentos”, diz a banda.