Carregadores de caixão em Gana
Foto: Reprodução / BBC
 

Você já deve ter visto alguma montagem rolando por aí nos últimos dias com um grupo de carregadores de caixão de Gana, na África.

E se é seguidor do perfil oficial do TMDQA! no Instagram, com certeza viu a gente brincando com o meme em um clássico de Eddie Vedder, do Pearl Jam.

Mas afinal de contas, quem são os carregadores de caixão que exibem seus dotes como dançarinos em funerais e têm sido colocados em cortes de vídeos onde coisas fogem do controle?

Carregadores de Caixão de Gana

Pois em 2017 a BBC fez uma reportagem a respeito dos caras e mostrou como eles vinham dando uma nova cara aos funerais em Gana.

Por lá, os carregadores de caixão (“pallbearers”) abordam a família do falecido e perguntam se eles querem algo tradicional ou uma cerimônia mais alegre, e se a opção escolhida for a segunda, as cenas que vemos são como as dos vídeos abaixo.

Você quer uma solenidade ou quer um pouco de show? De repente uma coreografia? É só pedir que nós fazemos.

Entrevistada, uma das contratantes do serviço disse que por lá é comum as pessoas dançarem ao se despedirem de seus familiares, então ela decidiu proporcionar “uma viagem dançante” à mãe, que havia falecido.

Ainda segundo a reportagem, foram criados mais de 100 empregos para jovens no país que se envolveram com o serviço funerário “exótico”.

Viral na Internet

Os vídeos começaram a viralizar quando foram colocados após cenas de acidentes e/ou gravações que mostram alguém em perigo iminente.

Com um corte direto para a dança dos carregadores felizes, o meme estava pronto e só faltava uma música para animar a coisa toda.

Ela veio com “Astronomia”, de Vicetone & Tony Igy, que vem sendo utilizada na maioria das montagens como na que publicamos em nosso perfil do Instagram. A música tem um clipe oficial bizarro, diga-se de passagem, que você pode ver ao final da matéria.

Como boa parte dos virais que têm rolado por aí nos últimos anos fazendo bombar músicas como “Old Town Road” de Lil Nas X, acredita-se que a origem das montagens está no TikTok.

É bem provável, inclusive, que a música lançada em 2016 volte a aparecer nas paradas de sucesso mundo afora por causa do vídeo.

Agora você já pode dar boas risadas com os vídeos que aparecerem por aí sabendo exatamente do que se trata!

LEIA TAMBÉM: Ameno – como uma canção de 1996 viralizou na Internet mais de 20 anos depois?

 
 
Compartilhar