Marianne Faithfull
Reprodução/Facebook
 

Mais uma notícia triste envolvendo o coronavírus. A icônica cantora Marianne Faithfull, que surgiu nos anos 60 e estabeleceu uma prolífica carreira desde então, está internada devido à COVID-19.

Felizmente, de acordo com comunicado de seu empresário, Marianne tem um quadro estável e está “respondendo ao tratamento”. Ela foi hospitalizada no último dia 30 com fortes sintomas de gripe, e eventualmente recebeu o resultado positivo para o novo vírus.

Em uma postagem no Facebook, uma amiga de longa data da britânica de 73 anos acredita que ela contraiu a doença mesmo em isolamento por conta de algum de seus cuidadores, que continuaram tendo contato com ela.

A amiga ainda fala que conversou com o ex-marido John Dunbar, que parece estar cuidando de Faithfull, e soube que “até o momento está tudo bem” mas a vocalista tem “dificuldades em falar” e não pode receber visitas. Nos últimos anos, Marianne já superou doenças como hepatite C e o câncer de mama, além de ter vencido o vício em drogas como a heroína no passado.

Marianne Faithfull

Marianne Faithfull is in hospital in London having tested positive for Covid 19. She went in this past tuesday. Please…

Posted by Penny Arcade on Saturday, April 4, 2020

Marianne Faithfull surgiu nos anos 60 e seu primeiro grande sucesso foi a faixa “As Tears Go By”, composta por Mick Jagger Keith Richards (Rolling Stones). Entre 1966 e 1970, ela namorou com Jagger e iniciou sua carreira como atriz, aumentando ainda mais sua popularidade. Também ganhou fama quando participou de “Yellow Submarine”, clássico dos Beatles.

Ainda assim, o vício em drogas a deixou anoréxica e sem-teto durante os anos 70. Recuperada, ela já tem 21 discos solo em sua carreira e o último foi Negative Capability  (2018).