Abronca denuncia violência contra população periférica em “174”
Foto: Divulgação
 

Os conflitos urbanos e a violência que surge em consequência disso vitimizam majoritariamente a população pobre e periférica. Para mostrar essa realidade a Abronca lança o single “174”.

A faixa mostra diferentes facetas dessa realidade, sejam casos extremamente pessoais envolvendo familiares até casos de comoção nacional, como o ainda não solucionado assassinato da vereadora Marielle Franco e o sequestro do ônibus que inspirou o nome da canção.

A integrante My explica que a canção foi composta por seu pai, Tadi, há 7 anos mas que continua bastante atual. “Ela aborda todos os tipos de injustiça que acontecem na sociedade e com os moradores de periferia! Queremos gritar pro mundo esse som e ser voz de muitos que não podem se expressar”, conta.

A música ganhou um clipe dirigido pelo diretor turco naturalizado inglês Taylan Mutaf. Ele revelou que a parceria com as garotas abriu seus olhos para temas sociais da atualidade. “Ter conhecido elas fez com que eu tivesse um entendimento mais amplo, sensível sobre questões humanas, de racismo, privilégio branco, misoginia e ser parte de uma comunidade marginalizada”, finaliza o diretor.