Dave Lombardo
Foto via Wikimedia Commons
 

Dave Lombardo é um dos maiores bateristas do metal, tendo tocado vários anos com o Slayer. Atualmente parte do Suicidal Tendencies, o cara foi entrevistado pelo podcast TODDCast, que perguntou a sua opinião acerca da legalização da maconha.

Residente da Califórnia, onde o uso recreativo é permitido desde Janeiro de 2018, Lombardo parece alinhado com as políticas do estado. Ele garante que a droga não é “porta de entrada”, como muitos costumam dizer — aliás, diz que “se existe uma droga de entrada, é a nicotina ou o álcool”.

Veja o trecho em questão, transcrito pela Blabbermouth:

Eu amo. A maconha, eu acho, não é uma porta de entrada para outras drogas. Se existe uma droga que seja porta de entrada, seria a nicotina ou o álcool. Ver alguém na sua família [falando], ‘Ai meu Deus! Eu preciso de um cigarro. Caralho! Eu preciso de um cigarro agora. Ah, isso é ótimo.’

Espera, eu não preciso fumar maconha para saber o que é o vício. Então dizer que a maconha é uma porta de entrada, [eu acho que] eles estão muito desinformados e esqueceram do álcool também. Porque eu conheço pessoas que foram do álcool para a cocaína. Então, cadê esse argumento?

Sobre a sua preferência pessoal, Dave disse que “gosta” da droga e reforçou seu bom estado de saúde, além de não usar remédios ou “pílulas”:

Eu pessoalmente gosto. Eu não tomo pílulas. Eu não tomo remédios farmacêuticos. Eu tenho uma alimentação saudável. Eu faço exercícios. Eu ocasionalmente fumo um pouco de maconha. É isso. Eu sinto que estou em boa saúde. Ainda estou tocando bateria. Ainda estou com bons reflexos. Estou por aí fazendo minhas coisas. O que mais você pode pedir? Nós todos morremos lá pros 80, 90 anos, então você não vai se dar muito mais tempo por abster de algo que eles têm dito que na verdade faz bem pra você.

Você pode ouvir toda a entrevista do músico de 55 anos, em inglês, pelo player abaixo.

Dave Lombardo

Dave foi demitido do Slayer em 2013, depois de ter entrado em uma disputa contratual com os outros membros, e foi substituído por Paul Bostaph (que já havia tocado com o grupo entre 1992 e 2001).

Além do Suicidal Tendencies, ele ainda toca hoje com o lendário Misfits e com o supergrupo Dead Cross. Por fim, recentemente soubemos que Dave está regravando a demo de estreia do Mr. Bungle ao lado da banda original de Mike Patton Scott Ian (Anthrax).