Anná
foto: divulgação
 

Afrobeat, brega, forró, groove, frevo instrumental e samba reggae: esses são alguns dos gêneros pelos quais transita Anná em sua nova música “Plantaram Poesia”.

Segundo single do álbum Colar, previsto ainda para este semestre, a canção traz um conceito de colagem extremamente interessante e inovador. A mistura de ritmos é comparada à travessia de uma ponte, com medos, questionamentos e aceitações — tudo isso sendo enfrentado pela arte, que sobrevive e nos inspira a seguir em frente mesmo em tempos difíceis.

A própria Anná, que é cantora, compositora e artista visual, comenta sobre o clipe que traduz em estímulos visuais essa ponte por meio de filmagens dela própria criança:

Foi na travessia dessa ponte de criança para artista profissional que vieram os embates da escolha de viver de arte. Foi num momento muito difícil e instável da carreira que compus essa música, mas prossegui

Ela ainda comenta sobre as dificuldades causadas pela crise geral que acomete a indústria, inclusive a do entretenimento, durante o surto da COVID-19. Esperançosa, ela garante:

A gente balança, mas não cai – e vamos chegar num outro lugar depois dessa tempestade.

Confira o vídeo com exclusividade pelo TMDQA! logo a seguir!

Anná

Artista desde criança, Anná agradece aos pais e professoras como Egle Zamarian Suze Alegrya pelo estímulo na área. Aluna de escola construtivista na pequena cidade de Mococa, interior de São Paulo, ela explicou a escolha pela arte como profissão:

A escolha de ser uma artista profissional é árdua – e as consequências disso também. Tenho intensos mergulhos interiores e questionamentos como na letra ‘eu só queria apagar os boletos pra voar em paz.

Por aqui, já havíamos falado sobre o primeiro single de Anná no mês passado. “Sobre Rosa” tem participação do grupo afro Ilú Obá de Min e faz parte das onze faixas que irão compor Colar.

 
 
Compartilhar