Spotify
Foto de celular com Spotify e disco de vinil via Shutterstock
 

A indústria da música ainda está se adaptando ao atual momento que estamos vivendo e, ao que tudo indica, plataformas como o Spotify podem estar sofrendo com isso.

Um estudo da Music Business Wolrdwide mostra que o consumo de música diminuiu nas últimas duas semanas, ao invés de aumentar. Os resultados vão contra o esperado, já que boa parte da população está em casa e com mais tempo livre, mas as explicações são plausíveis.

O site aborda que muitos costumam escutar música enquanto vão ao trabalho ou até mesmo durante o expediente. Com todo mundo em casa e sem esse momento do transporte, os plays caíram em milhões para várias plataformas de streaming.

No caso do Spotify, o estudo mostra uma queda de 11% — 226 milhões de reproduções — na última semana. O número é muito parecido com épocas como o Natal e as férias, quando a galera também passa mais tempo em casa. Já nos Estados Unidos, em uma análise mais geral, a queda passa de 1 bilhão de plays, o que significa 8,8%.

Outro ponto relevante é que, no momento, poucos lançamentos estão chegando às plataformas. Vale ressaltar que alguns artistas já adiaram lançamentos de discos novos, como a Lady Gaga.

O vídeo cresce

Enquanto isso, as plataformas de streaming em vídeo, como a Netflix, o YouTube e a Apple, estão cada vez maiores. O aumento nos Estados Unidos, até agora, é de 1,3%, e o número deve aumentar nos próximos dias.

O estudo completo e em inglês está neste link.

 
 
Compartilhar