Shavo Odadjian (System of a Down) no Rock In Rio 2015
Foto de Shavo Odadjian via Shutterstock
Assista ao novo clipe de Bruno Chelles, Camila Zasoul e Natalhão!  

Shavo Odadjian, baixista do System of a Down, deu declarações polêmicas sobre o coronavírus.

Em entrevista ao podcast The Jasta Show (via Whiplash), Shavo fez pouco caso da pandemia que está assolando o mundo. Chamando o vírus de “ridículo”, Odadjian chegou a compará-lo com um “resfriado comum”.

Leia:

Vamos sobreviver a qualquer coisa. Espero que possamos sobreviver a essa m*rda de coronavírus. Acho que é a coisa mais estúpida. Nesse ponto, é só um resfriado comum.

Ainda na conversa, o músico afirmou que fez exames e replicou o que seu médico teria dito sobre a doença.

Ele falou como a mídia só foca em uma coisa e coloca medo. Controle por medo. Ele disse que o vírus teve seu poder reduzido desde que começou e que temos 50 vezes mais pessoas contaminadas, mas 30 vezes menos mortes. […] Onde antes morriam 20%, 10% dos infectados, agora é 0,01%. E são pessoas com 80 ou 90 anos, ou com sistemas imunológicos fracos, que morreriam de gripe ou qualquer coisa assim. Tipo, 27 mil a 57 mil pessoas morrem de gripe na América por ano e ninguém fala disso. Tenho pesquisado sobre isso porque penso: cara, por que essas coisas importantes estão sendo canceladas?

System Of a Down

Citando outras doenças que surgem “a cada dois anos”, Shavo ainda falou sobre seus colegas de banda e como “não concordam em tudo”. O baixista afirma querer voltar a fazer shows em breve, mas seus parceiros podem não estar na mesma página.

Sempre que eles não têm algo, eles trazem algo de volta e dizem: ‘isso foi assustador e está de volta, temos dois novos casos’. Ah, o mundo entra em pânico. O System of a Down tem turnê marcada e estou ansioso o ano todo por isso, começa em junho, e espero que não ferrem comigo porque só quero voltar aos palcos. Nem todos na banda concordam em tudo, então, há pessoas que não querem tanto fazer turnê.

Coronavírus

Para evitar falar besteira por aí e ainda saber como se prevenir da forma correta, recomendamos o site que o Ministério da Saúde publicou sobre a pandemia — clique aqui para se informar.