Netflix
 

A Netflix está fazendo sua parte durante o surto de coronavírus que infelizmente tomou conta do mundo.

A gigante do streaming anunciou nesta sexta-feira (20) que criou um fundo de 100 milhões de dólares (cerca de 500 milhões de reais) para ajudar membros da comunidade criativa. A decisão veio porque, com filmagens paralisadas nos Estados Unidos e outros países, muitas pessoas ficaram sem emprego.

Em um comunicado, Ted Sarandos, editor chefe de conteúdo da Netflix, declarou:

A crise da COVID-19 é devastadora para muitos setores, incluindo a comunidade criativa. Quase toda a produção de televisão e cinema já parou globalmente, deixando centenas de milhares de profissionais sem emprego. Isso inclui eletricistas, carpinteiros e motoristas, muitos dos quais recebem salários por hora e trabalham de acordo com o projeto. Essa comunidade tem apoiado a Netflix nos melhores momentos, e queremos ajudá-los nessa situação difícil, especialmente enquanto os governos ainda estão descobrindo que apoio econômico eles fornecerão.

Além disso, a empresa também promete doar 15 milhões de dólares deste fundo para instituições que também estão oferecendo ajuda a estes profissionais.

LEIA TAMBÉM: Donald Trump achou que Tom Hanks havia morrido após Coronavírus

 
Compartilhar