The Exploited
Foto via Wikimedia Commons
 

Tem muita gente cancelando turnê por conta do coronavírus, mas o The Exploited não quer fazer parte dessa lista.

A banda citou o cancelamento do Green Day de forma pejorativa, como um exemplo do “fracasso” do punk moderno. Em comunicado oficial (via Loudwire), o vocalista e único membro original Wattie Buchan disse que o grupo irá manter os shows na Austrália, que terão início neste dia 13 de Março:

Foda-se o coronavírus! Eu já tive cinco ataques cardíacos, um bypass quádruplo do coração e um marca-passo de coração instalado. Cancelar shows por um vírus? Nós não somos a porra dos merdinhas do Green Day — Nós somos de verdade. Nenhum perigo vai nos fazer cancelar nossos próximos shows. Punks Not Dead! [O Punk Não Está Morto!]

Você pode ver a declaração na íntegra a seguir. Os próprios comentários mostram que de vez em quando fica difícil traçar a linha entre atitude punk e irresponsabilidade, não é mesmo? Ainda mais visto que, diante dessas condições médicas, Wattie está em um grupo de risco para a doença. Paciência!

The Exploited

"Fuck coronavirus!I have had 5 heart attacks a quad heart bypass and a heart pace maker fitted. Cancel gigs for a…

Posted by DRW Entertainment on Wednesday, March 11, 2020

Formada em 1979, a banda escocesa The Exploited estourou com seu disco de estreia Punks Not Dead em 1981. A obra foi uma reação à tentativa de especialistas de “matar” a primeira onda do punk após os anos 70 e deu início a uma carreira que dura até hoje.

O último disco de estúdio da banda foi Fuck the System, em 2003.

 
 
Compartilhar