Black Sabbath e Michael Bolton
Fotos via Wikimedia Commons
   

Quando se fala em Black Sabbath, é difícil não lembrar das vozes de Ozzy Osbourne  Ronnie James Dio. Apesar disso, a banda passou anos com outros vocalistas e, nesse período, pensou em contratar um nome bem distante no imaginário dos fãs.

Michael Bolton, conhecido por suas baladas pop rock como “How Am I Supposed to Live Without You”, foi considerado para a vaga de Dio em 1983. Pelo menos é o que afirmou Tony Iommi em entrevista à Gibson (via Ultimate Classic Rock).

Segundo ele, a ideia inicial era trazer David Coverdale, mas o ex-vocalista do Deep Purple havia acabado de fundar o Whitesnake e, portanto, o Sabbath partiu para outras opções — incluindo Bolton:

Eu encontrei o David Coverdale e ele disse, ‘Ah, eu acabei de juntar essa banda, Whitesnake. Por que você não me procurou antes?’ Eu disse, ‘Ele não tinha saído antes; está acontecendo agora.’

Então, havia muita procura por um novo vocalista, e nós fizemos testes com diversos vocalistas — incluindo Michael Bolton, acredite se quiser. Ele era um deles, o que foi estranho. Isso se arrastou um pouco, e não conseguíamos decidir.

Black Sabbath e Michael Bolton

A procura de Bolton, no entanto, não foi completamente sem sentido. O cantor tem um passado no Rock com a banda Blackjack (que ele descreve como sendo parecida com o Bad Company) e chegou a abrir shows de Ozzy Osbourne nos anos 70.

Curiosamente, em 2014, o próprio Michael desmentiu os rumores de que teria feito teste para o Sabbath. Ele contou à Echo-News que não sabia “como diabos esse [rumor] começou”.

De um jeito ou de outro, o Sabbath eventualmente fechou com Ian Gillan para o esquecível disco Born Again. No fim das contas, talvez tenha sido até melhor para ambas as partes que nada tenha dado certo.