Chino Moreno (Deftones, Crosses)
Wikimedia Commons
 

E já temos uma ideia de quando o Deftones lançará seu novo disco.

O sucessor de Gore (2016) deve chegar ainda em 2020 e nos últimos meses a banda californiana tem trabalhado no seu nono disco de estúdio.

Quem falou a respeito foi o baterista Abe Cunningham em uma entrevista ao site Mixdown. Por lá, a matéria diz que o disco está no processo de mixagem e programado para o segundo semestre.

Abe ainda explicou o andamento das coisas e como o grupo preferiu ter uma abordagem diferente para esse novo trabalho:

Nós fizemos as coisas de forma um pouco diferente dessa vez. Espalhamos todo o processo durante o curso de dois anos ao invés de detonar tudo de uma vez só. O processo foi intercalado com uma pausa de um ano sobre a qual todos nós concordamos. Esse tempo e o fato de que todos estamos descansados realmente fizeram a gente apreciar ainda mais o que estamos fazendo. Quando estamos todos dando risadas e sorrindo e criando coisas juntos, exatamente quando tínhamos 17 anos de idade… é algo lindo.

Aguardamos com ansiedade!

20 anos de White Pony

No papo, Cunningham ainda falou sobre o clássico White Pony, disco do Deftones que completa 20 anos de lançamento em 2020 e ainda é considerado como a obra prima da banda:

Havia muita coisa acontecendo na música pesada naquela época. Nós tomamos a decisão consciente de caminhar exatamente no sentido oposto em relação ao que todo mundo estava fazendo.

Na época, o que estávamos tentando fazer parecia impossível – era como esculpir o nosso nome em granito usando um garfo de plástico. Ainda assim, se não tivéssemos feito isso, acho que não seríamos a banda que somos agora, na posição que estamos. Eu acredito muito nisso, cara.

Duas décadas depois, a influência não apenas ecoa entre novas bandas do gênero como no próprio grupo:

Nós mudamos o setlist dos shows toda noite, mas o White Pony sempre está no centro dele.

 
 
Compartilhar