Neil Young em 2006
Foto de Neil Young via Shutterstock

O canadense Neil Young se tornou um cidadão dos Estados Unidos há poucos dias e aparentemente aproveitou a oficialização do status para detonar o atual presidente do país.

No site oficial de Neil Young é possível encontrar uma carta aberta do lendário músico de Folk e Rock And Roll onde ele começa chamando Donald Trump de “desgraça ao meu país”, seguindo com diversas outras críticas bastante contundentes.

Você pode ler o texto na íntegra, em português, logo abaixo:

Você é uma desgraça para o meu país. Se gabar da economia dos EUA não disfarça o fato de que os números hoje em dia são aqueles que você herdou há quase quatro anos.

Sua destruição sem sentido dos nossos recursos naturais, nosso meio ambiente e os nossos relacionamentos com amigos ao redor do mundo são imperdoáveis.

Suas políticas, decisões e pensamento de curto prazo continuam a exacerbar a Crise Climática.

Nosso primeiro presidente negro era um homem melhor que você.

Os Estados Unidos da América, meu país, não são um ‘green’ em um dos seus campos de golfe onde você pode andar e destruir para que os outros jogadores não consigam acertar as suas tacadas.

‘Keep on Rockin’ in the Free World’ não é uma música que você pode mostrar em público nos seus comícios. Talvez você pudesse ter sido um baixista e tocado em uma banda de rock and roll. Assim você poderia estar em um palco em um comício toda noite à frente de seus fãs, se você fosse bom, e você deve ser…

Toda vez que ‘Keep on Rockin’ in the Free World’ ou outra de minhas músicas tocar em seus comícios, espero que você ouça a minha voz. Lembre-se de que é a voz de um cidadão norte-americano que paga impostos e não te apoia. Eu.

Eu não culpo as pessoas que votaram em você. Eu apoio o direito delas de se expressar, e apesar delas terem engolido mentiras e acreditado nelas, essas pessoas são verdadeiros Americanos. Eu os apoio.

A justiça dos EUA é nossa – não sua.

Um de seus oponentes tem as respostas que eu gosto. Ele está preocupado em preservar o futuro das nossas crianças diretamente. Ele não é popular com o establishment democrata porque ao contrário de todos os outros candidatos, não está se aliando às indústrias que estão acelerando o Desastre Climático na Terra, o fim do mundo como conhecemos. Ele está lutando pelos EUA.

Suas iniciais são BS. As suas políticas não são. [Aqui ele fala sobre Bernie Sanders e faz uma ligação com ‘bs’, ou ‘bullshit’ (‘merda), dizendo que suas iniciais são BS mas as suas políticas não são]

Nós iremos tirá-lo do poder com o nosso voto e faremos a América Grande Novamente.

 
Compartilhar