100 melhores músicas emo da história
Fotos de Jimmy Eat World e Jawbreaker via Wikimedia Commons/Foto de Gerard Way via Flickr
 

O emocore é, constantemente, desrespeitado e tratado com deboche por críticos e até mesmo por alguns de seus fãs.

Pela primeira vez — ou uma das primeiras, pelo menos — na já longa história do gênero, um jornalista resolveu fazer uma extensa pesquisa, que durou anos, para montar uma lista “definitiva” com as 100 melhores músicas emo de todos os tempos.

O responsável pelo trabalho foi Ian Cohen, que escreve desde 2007 para a Pitchfork e é especialista em matérias sobre o gênero, o que lhe dá inúmeras credenciais. Sobre a iniciativa, ele escreveu:

Por um lado, foi negada ao [emo] a avaliação crítica séria por muito tempo, muitas vezes sendo colocado como música para adolescentes mas nunca sujeito às generosas manobras ou empatia dadas à música pop especialmente desenhada para adolescentes.

Mas ao contrário do grunge ou do gótico ou qualquer outro subgênero que evoluiu de uma série de características sônicas definidas para um fenômeno fashion, a definição de ‘música emo’ é vaga demais ou estreita demais ao ponto de ser quase completamente inútil.

Fique algum tempo nas trincheiras onde a batalha pelo ’emo de verdade’ é lutada e você vai ser convencido de que Rites of Spring e talvez o Cap’n Jazz são as únicas bandas que merecem estar nesta lista. Vá para uma ‘Noite Emo’ [em casas de festa] e você pode ficar pensando: ‘cadê o Linkin Park e o Evanescence?’.

Como Cohen colocou perfeitamente, a definição de “emo” está sempre muito aberta. O próprio Ian MacKaye, lenda da cena e líder de bandas como Minor Threat e Fugazi (além de seu novo projeto Coriky), já havia dito que o termo era “a porra da coisa mais estúpida que eu já ouvi na minha vida”.

De qualquer forma, o esforço do jornalista é extremamente válido em tentar preservar o legado de um gênero pra lá de curioso. A compilação de Ian traz nomes super conhecidos e associados com o emo, como Panic! At the Disco My Chemical Romance; por outro lado, alguns que figuram na seleção não são sempre lembrados como parte do gênero, como é o caso do Death Cab for Cutie e do Coheed and Cambria.

A vencedora, é claro, foi “Never Meant”, clássico do American Football que revolucionou o ano de 1999. Completam o top 10 nomes antigos como o Rites of Spring, considerada a primeira banda emo da história, e o Jawbreaker ao lado de bandas mais modernas como o Paramore e o Jimmy Eat World, que ajudaram a moldar a sonoridade para uma nova geração e gerar um aumento gigantesco na sua popularidade.

Você pode ver a lista completa com textos (em inglês) para todos os discos aqui. Abaixo, transcrevemos o ranking das músicas e você pode ouví-las na playlist montada pela equipe da Vulture. Aproveite!

LEIA TAMBÉM: 20 grandes discos de Emo que completam 20 anos em 2019

As 100 melhores músicas emo de todos os tempos

  1. American Football – “Never Meant” (1999)
  2. Jawbreaker – “Accident Prone” (1995)
  3. Cap’n Jazz – “Little League” (1995)
  4. Jimmy Eat World – “Sweetness” (2001)
  5. Sunny Day Real Estate – “Seven” (1994)
  6. Paramore – “That’s What You Get” (2007)
  7. Rites of Spring – “Deeper Than Inside” (1985)
  8. Algernon Cadwallader – “Some Kind of Cadwallader” (2008)
  9. My Chemical Romance – “Helena” (2004)
  10. Hop Along – “Tibetan Pop Stars” (2012)
  11. Sunny Day Real Estate – “In Circles” (1994)
  12. Rainer Maria – “Planetary” (1999)
  13. The Get Up Kids – “Action & Action” (1999)
  14. Taking Back Sunday – “Cute Without the ‘E’ (Cut from the Team)” (2002)
  15. The Promise Ring – “Is This Thing On?” (1997)
  16. Jawbox – “Savory” (1994)
  17. Straylight Run – “Existentialism on Prom Night” (2004)
  18. Christie Front Drive – “Radio” (1997)
  19. Indian Summer – “Angry Son” (1993)
  20. Piebald – “American Hearts” (2002)
  21. Taking Back Sunday – “A Decade Under the Influence” (2004)
  22. Dashboard Confessional – “Hands Down” (2003)
  23. The Hotelier – “Your Deep Rest” (2014)
  24. City of Caterpillar – “And You’re Wondering How a Top Floor Could Replace Heaven” (2002)
  25. Pedro the Lion – “Options” (2002)
  26. Drive Like Jehu – “Do You Compute” (1994)
  27. Everyone Everywhere – “I Feel Exhausted” (2012)
  28. Don Martin Three – “Transistor” (1996)
  29. Motion City Soundtrack – “L.G. FUAD” (2005)
  30. Cursive – “The Recluse” (2003)
  31. Alkaline Trio – “Bleeder” (1998)
  32. Dag Nasty – “Circles” (1986)
  33. Mineral – “Gloria” (1997)
  34. Death Cab for Cutie – “A Movie Script Ending” (2001)
  35. Fall Out Boy – “Sugar, We’re Goin’ Down” (2005)
  36. Braid – “A Dozen Roses” (1998)
  37. Joyce Manor – “Constant Headache” (2011)
  38. Saves the Day – “At Your Funeral” (2001)
  39. Orchid – “I Am Nietzsche” (2000)
  40. Jimmy Eat World – “Lucky Denver Mint” (1999)
  41. Texas Is the Reason – “Back and to the Left” (1996)
  42. Owls – “Everyone Is My Friend” (2001)
  43. Thursday – “Understanding (In a Car Crash)” (2001)
  44. Desaparecidos – “The Happiest Place on Earth” (2002)
  45. My Chemical Romance – “I’m Not Okay (I Promise)” (2004)
  46. Embrace – “No More Pain” (1987)
  47. Jets to Brazil – “Chinatown” (1998)
  48. At the Drive-In – “Transatlantic Foe” (1998)
  49. The World Is a Beautiful Place and I Am No Longer Afraid to Die – “January 10th, 2014” (2015)
  50. Bright Eyes – “The Calendar Hung Itself…” (2000)
  51. Moss Icon – “I’m Back Sleeping, or Fucking, or Something” (1993)
  52. Lifetime – “(The Gym Is) Neutral Territory” (1995)
  53. Rainer Maria – “Tinfoil” (1997)
  54. The Jealous Sound – “Hope for Us” (2003)
  55. Ignition – “Anger Means” (1987)
  56. The Anniversary – “The D in Detroit” (2000)
  57. Snowing – “Sam Rudich” (2009)
  58. The Jazz June – “The Scars to Prove It” (2000)
  59. Say Anything – “Alive with the Glory of Love” (2004)
  60. I Hate Myself – “To a Husband at War” (1997)
  61. Weezer – “Tired of Sex” (1996)
  62. Something Corporate – “Konstantine” (2000)
  63. Tigers Jaw – “I Saw Water” (2008)
  64. Glocca Morra – “Irrevocable, Motherfucker” (2012)
  65. Fuel – “Cue to You” (1990)
  66. Knapsack – “Courage Was Confused” (1997)
  67. Sarge – “Beguiling” (1998)
  68. Gray Matter – “Burn No Bridges” (1986)
  69. Foxing – “Rory” (2013)
  70. Elliott – “Drive on to Me” (2000)
  71. Saetia – “Venus and Bacchus” (1998)
  72. Modern Baseball – “Your Graduation” (2014)
  73. Pageninetynine – “In Love with an Apparition” (2001)
  74. Oso Oso – “Reindeer Games” (2017)
  75. La Dispute – “The Last Lost Continent” (2008)
  76. Penfold – “I’ll Take You Everywhere” (1998)
  77. Heroin – “Meaning Less” (1993)
  78. mewithoutYou – “Wolf Am I! (And Shadow)” (2006)
  79. Boilermaker – “Slow Down” (1996)
  80. Castevet – “Between Berwyn and Bryn Mawr” (2008)
  81. One Last Wish – “My Better Half” (1986)
  82. Boys Life – “Fire Engine Red” (1995)
  83. Swing Kids – “Blue Note” (1994)
  84. The Appleseed Cast – “On Reflection” (2001)
  85. Coheed and Cambria – “A Favor House Atlantic” (2003)
  86. Hoover – “Electrolux” (1994)
  87. empire! empire! (i was a lonely estate) – “Keep What You Have Built Up Here” (2009)
  88. Shotmaker – “Sky” (1996)
  89. The Used – “The Taste of Ink” (2002)
  90. Los Campesinos! – “The Sea Is a Good Place to Think of the Future” (2010)
  91. Ethel Meserve – “Waltz of Gibraltar” (1995)
  92. Crash of Rhinos – “Opener” (2013)
  93. Origami Angel – “Doctor Whomst” (2019)
  94. Evergreen – “A Couple Curled Up Pictures” (1994)
  95. Dads – “Shit Twins” (2012)
  96. Panic! At the Disco – “Lying Is the Most Fun a Girl Can Have Without Taking Her Clothes Off” (2005)
  97. Copeland – “When Paula Sparks” (2003)
  98. The Van Pelt – “Nanzen Kills a Cat” (1997)
  99. Jejune – “This Afternoon’s Malady” (1998)
  100. Forests – “Tamago” (2016)