Flea com o Red Hot Chili Peppers no Rock In Rio 2019
Foto: Rock In Rio / Divulgação
 

O baixista do Red Hot Chili Peppers, Flea, segue afrontoso nas redes sociais. No Twitter, ele escreveu que “queria ser gay só para quebrar as regras”.

O post do músico foi feito no comentário de uma notícia sobre uma igreja na Inglaterra ter afirmado que sexo é apenas para casais heterossexuais, publicada pelo The Guardian.

O jornalista Yashar Ali compartilhou o link da matéria e acrescentou um comentário lamentando ter lido sobre o assunto tardiamente. Ele se explicou afirmando que estava quebrando as regras, em tom de ironia.

Flea aproveitou a onda e também fez seu comentário:

Me faz querer ser gay apenas para poder quebrar as regras

Veja os tweets originais:

Flea

Essa não é a primeira vez que o membro do Red Hot Chili Peppers fala sobre sexualidade. Como te contamos aqui, em sua autobiografia lançada recentemente, ele conta que para quebrar estereótipos resolveu que queria ter experiências com outros homens. E teve!

O incentivo para isso foi ter um beijo negado por seu próprio pai ainda quando era criança, o que lhe causou um certo trauma.

No livro, Flea admite que as experiências homossexuais que teve “não foram grande coisa” e que é natural passar por situações como essa. Ele acrescenta ainda que chegou a escrever mais detalhadamente sobre seus vários casos, mas que, no fim, decidiu não incluí-los no livro por achar que eles não representam quem ele realmente é e para não soar sensacionalista. “Eu não sou gay. Não é realmente a minha história,” disse.

 
 
Compartilhar