Regina Duarte e Jair Bolsonaro
Reprodução (via G1)
   

Como te contamos por aqui, a atriz Regina Duarte foi convidada pelo presidente Jair Bolsonaro para assumir a Secretaria da Cultura após as polêmicas envolvendo Roberto Alvim, que foi exonerado.

Agora, de acordo com a Folha de S. Paulo, Regina teria acabado de aceitar o convite. Ela falou ao veículo:

Nós vamos noivar, vou ficar noiva, vou lá conhecer onde eu vou habitar, com quem que eu vou conviver, quais são os guarda-chuvas que abrigam a pasta, enfim, a família. Noivo, noivinho.

Afirmando que começa um “período de testes” a partir de amanhã, ela deixou claro seu objetivo:

Quero que seja uma gestão para pacificar a relação da classe com o governo. Sou apoiadora deste governo desde sempre e defendo a classe artística desde os 14 anos.

Em comunicado oficial, o Planalto confirmou apenas o “noivado” e disse que ela irá a Brasília nesta quarta (22) para “conhecer a Secretaria Especial de Cultura do governo federal”. A nota ainda afirmou que houve uma “conversa produtiva” entre a atriz e o presidente.

Secretaria ou Ministério da Cultura?

Como falamos aqui, o presidente já estaria avaliando a retomada da pasta como um Ministério caso Regina aceitasse fazer parte do governo. Fontes dizem que Bolsonaro enxergaria seu nome como “poderoso demais para uma secretaria”. Ainda não foi divulgado se essa mudança irá ou não ocorrer.

Hoje (20) pela manhã, a atriz fez uma postagem afirmando que iria encontrar com Bolsonaro para uma conversa “olho no olho”. Como transcreveu o G1:

Olha só , querido seguidor, que dia importante para ter sido chamada ao Rio para uma conversa ‘olho no olho’ do nosso Presidente da República. De tudo quero tirar uma lição , um aprendizado . E vambora ! Com muito amor no coração.

Ficamos no aguardo de mais detalhes.

 
 
Compartilhar