Alex Lifeson e Neil Peart com o Rush em 2011
Foto do Rush via Shutterstock
 

Os dias que seguiram a morte do lendário Neil Peart representaram uma marca impressionante para o Rush.

De acordo com a Nielsen Music/MRC Data (via Billboard), as músicas da banda tiveram um aumento de 776% em streams. Foram mais de 24.54 milhões de reproduções em diversas plataformas digitais.

Na semana que antecedeu o falecimento do baterista, que nos deixou no dia 7 de janeiro, o grupo contabilizava “apenas” 2.8 milhões de streams. A canção mais tocada é a clássica “Tom Sawyer”, do disco Moving Pictures (1981).

Em vendas, os singles do Rush tiveram um crescimento de 2,304%, enquanto os discos bateram os 1,820%. Ainda de acordo com a Billboard, o álbum The Spirit of Radio: Greatest Hits 1974 – 1987 deve entrar na Top 200 nas próximas semanas.

Neil Peart

Considerado o melhor baterista do mundo, Peart nos deixou aos 67 anos após uma batalha de três anos contra um câncer cerebral. O músico decidiu esconder a doença do público durante seu tratamento.

 
 
Compartilhar