Democracia em Vertigem
Assista ao novo clipe de Bruno Chelles, Camila Zasoul e Natalhão!  

Hoje pela manhã foi divulgada a lista final de indicados ao Oscar e o Brasil está na jogada por uma estatueta.

A indicação de Democracia em Vertigem na categoria de “Melhor Documentário” foi confirmada como parte do seleto grupo de cinco nomes que concorrerão ao prêmio máximo do cinema no dia 09 de Fevereiro.

Além do filme brasileiro dirigido por Petra Costa e exibido na Netflix, ainda estão concorrendo ao Oscar os documentários Indústria Americana (sobre relacionamentos e conflitos de trabalhadores norte-americanos com investidores chineses), The Cave (sobre o resgate de jovens de um time de futebol em uma caverna na Tailândia), For Sama (que fala sobre a vida de uma mulher em zona de conflito na Síria) e Honeyland, que aborda o relacionamento do ser humano com o meio ambiente.

Democracia em Vertigem

Lançado em 2019, o filme traça uma linha do tempo que preparou e realizou o processo de impeachment da ex-presidente do Brasil, Dilma Rousseff.

Com duas horas de duração, o filme traça paralelos históricos com a política brasileira, bem como a ascensão do Partido dos Trabalhadores ao poder e a sua queda, contando com imagens raras e exclusivas de Luis Inácio “Lula” da Silva e Dilma Rousseff.

Resposta Política

PSDB critica Democracia em Vertigem

Após o anúncio da indicação ao Oscar, partidos contrários ao posicionamento do documentário se manifestaram na Internet.

O PSDB, por exemplo, ironizou a indicação dizendo que se trata da categoria “Melhor Ficção e Fantasia”.

PT fala sobre Democracia em Vertigem

Por outro lado, o PT também publicou a notícia e disse que Democracia em Vertigem “mostra os bastidores do golpe contra a presidenta Dilma Rousseff, assim como a prisão arbitrária de Lula e a ascensão de Jair Bolsonaro.”

 
Compartilhar