Bring Me the Horizon
Foto: Justin Borucki/Divulgação
 

É isso! O BRIT Awards, evento de premiação mais importante da indústria da música britânica, acaba de divulgar a lista dos nomeados de 2020.

Este ano assistiremos à 40ª edição da cerimônia que acontece desde 1977 (tendo pulado alguns anos iniciais), e quem vem acompanhando as últimas edições vai perceber diferenças – já que a organização optou por fazer algumas mudanças no evento.

BRIT Awards 2020

Uma das alterações mais interessantes é a autonomia que o BRITs quer dar aos artistas que se apresentarão por lá. A ideia é encorajar os músicos a tomarem as rédeas e criarem suas próprias apresentações, a fim de garantir maior identidade aos shows de cada um.

Outra mudança é a redução do número de categorias a serem premiadas, bem como a alteração do nome de algumas delas. A edição de 2020 premiará nove artistas, enquanto o evento do ano passado premiou 14 – confira aqui os vencedores de 2019. Segundo o próprio BRIT Awards, o objetivo é abrir mais espaço e tempo para as apresentações ao vivo.

A mudança mais significativa, no entanto, é a eliminação do voto popular – o que, na visão da Billboard, pode acarretar numa redução de boy/girl bands entre os vencedores. Agora, os artistas serão avaliados exclusivamente por um corpo técnico oficial.

No próprio site do evento, a organização explicou:

Nós renovamos todas as categorias, com os vencedores sendo eleitos pela 2020 Official Voting Academy (ou Academia Oficial de Votação de 2020, em português) – A Academia é composta por aproximadamente 1200 experts da indústria da música do Reino Unido, incluindo artistas, distribuidoras, promotores, agentes, editoras, gravadoras, produtores e mídia.

A cerimônia acontece no dia 18 de fevereiro, na O2 Arena, em Londres.

LEIA TAMBÉM: The 1975 no BRIT Awards: assista ao video da apresentação

Veja abaixo os nomeados para o BRIT Awards 2020:

Artista Solo – Masculino

  • Dave
  • Harry Styles
  • Lewis Capaldi
  • Michael Kiwanuka
  • Stormzy

Artista Solo – Feminino

  • Charli XCX
  • FKA Twigs
  • Freya Ridings
  • Mabel
  • Mahalia

Melhor Grupo

  • Bastille
  • Bring Me The Horizon
  • Coldplay
  • D-Block Europe
  • Foals

Música do ano (antigo “Melhor Single Britânico”)

  • AJ Tracey – “Ladbroke Grove”
  • Calvin Harris & Rag’n’Bone Man – “Giant”
  • Dave feat. Burna Boy – “Location”
  • Ed Sheeran & Justin Bieber – “I Don’t Care”
  • Lewis Capaldi – “Someone You Loved”
  • Mabel – “Don’t Call Me Up”
  • Mark Ronson feat. Miley Cyrus – “Nothing Breaks Like a Heart”
  • Sam Smith & Normani – “Dancing With A Stranger”
  • Stormzy – “Vossi Bop”
  • Tom Walker – “Just You and I”

Álbum do Ano

  • Dave – Psychodrama
  • Harry Styles – Fine Line
  • Lewis Capaldi – Divinely Uninspired to a Hellish Extent
  • Michael Kiwanuka – Kiwanuka
  • Stormzy – Heavy Is The Head

Melhor Novo Artista (antigo “Artista Revelação”)

  • Aitch
  • Dave
  • Lewis Capaldi
  • Mabel
  • Sam Fender

Artista Solo Internacional – Feminino

  • Ariana Grande
  • Billie Eilish
  • Camila Cabello
  • Lana Del Rey
  • Lizzo

Artista Solo Internacional – Masculino

  • Bruce Springsteen
  • Burna Boy
  • Dermot Kennedy
  • Post Malone
  • Tyler The Creator

Estrelas em Ascensão (antigo “Prêmio de Escolha da Crítica”)

  • Beabadoobee
  • Celeste (vencedora)*
  • Joy Crookes

*o vencedor desta categoria se apresenta no dia da cerimônia, e, por isso, é anunciado anteriormente. Para este ano, Celeste levou o prêmio e vai se apresentar no dia do evento.