Mac Miller
Foto: Divulgação
 

O rapper Mac Miller nos deixou, cedo demais, aos 26 anos de idade no dia 07 de Setembro de 2018.

À época, ele havia acabado de lançar seu quinto disco de estúdio, Swimming, e ao que tudo indica já tinha uma quantidade razoável de canções para um sucessor.

Pelo menos foi isso que disse a família de Malcolm James McCornick ao anunciar que um disco póstumo está no forno com data de lançamento marcada para o dia 17 de Janeiro de 2020.

Usando a conta do músico no Instagram, eles inclusive falaram sobre um novo perfil criado para trazer notícias a respeito do trabalho, como você pode ler na declaração traduzida da família de Mac Miller logo abaixo.

Novo Disco de Mac Miller

Por lá, eles disseram:

Aqui estamos. O ato de estar aqui escrevendo isso é surreal. No momento da sua morte, Malcolm estava bastante envolvido no processo de gravar o álbum que acompanharia Swimming, chamado Circles. Dois estilos diferentes se complementando, completando um círculo – O conceito era estar nadando (‘swimming’) em círculos (‘circles’). Ele vinha trabalhando com Jon Brion, que após ouvir algumas versões iniciais das canções, cancelou outros compromissos para ajudar Malcolm a deixá-las perfeitas. Após a sua morte, Jon se dedicou a finalizar Circles baseado no tempo que passou e nas conversas que teve com Malcolm. Somos eternamente gratos a Jon e a todos que se dedicaram ao trabalho difícil e emocional de trabalhar nesse lançamento.

Esse é um processo complicado que não tem resposta certa. Não tem um caminho claro. Somente sabemos que seria importante para o Malcolm que o mundo ouvisse. Uma das decisões mais difíceis no processo é como comunicar isso da melhor forma para as pessoas – como passar a mensagem com conteúdo ao mesmo tempo em que as coisas que devem permanecer sagradas permaneçam sagradas. Então esse aqui será o único post em qualquer um dos seus canais. Informações sobre esse lançamento, sua instituição de caridade e o próprio Malcolm podem ser encontradas no @92tilinfinity. Obrigado a todos os fãs que o apoiaram incondicionalmente todos esses anos. Sentimos a falta dele. Só podemos imaginar aonde Malcolm iria e apreciarmos onde ele esteve. Esperamos que vocês separem um tempo para ouvir. O rosto dele quando todo mundo ouvia dizia tudo.

Com humildade e gratidão. A família de Malcolm.

 
 
Compartilhar