Lori Loughlin - coach de prisão
Reprodução/Netflix
   

É seguro dizer que em 2020 o coaching tomou conta de quase todas as áreas possíveis. Mas… você já ouviu falar no coach de prisão? Porque sim, ele existe e uma atriz de Hollywood está usando de seus serviços.

Lori Loughlin, conhecida pelo influente seriado Full House, se envolveu em um escândalo com universidades americanas em 2019. A artista chegou a pagar 500 mil dólares para Rick Singer, consultor de aprovações, para colocar suas duas filhas em uma faculdade sem que elas precisassem passar por uma prova. Feio, não?

Pois bem, agora Loughlin está prestes a receber sua sentença que pode chegar a 45 anos na cadeia — e resolveu se preparar para a vida na prisão com um coach. Como informa a CoS, a revista People ficou sabendo da pataquada através de uma fonte, que diz:

Ela tem alguém que está a aconselhando no que fazer caso perca o caso e vá para a prisão. O coach está lá para ajudá-la a aprender as regras do jogo. Não pensem que ela está considerando que vai perder o caso. Lori é muito planejada e está fazendo o que precisa para todas as situações.

As regras de etiqueta são diferentes; interações sociais são diferentes. Aqui do lado de fora, o contato visual é uma coisa boa. Você conhece alguém e aperta as mãos dessa pessoa e a olha nos olhos. Na prisão, você não faz isso. Você não quer desafiar alguém.

E calma, tem mais: Loughlin também está aprendendo a se defender, caso faça inimigos por lá.

Ela está lutando, aprendendo a linguagem e praticando artes marciais para dar a impressão de que é forte e afastar possíveis agressores.

É mole?

 
 
Compartilhar