Axl Rose do Guns N' Roses
Foto via Wikimedia Commons
   

O caldo azedou para um fã apaixonado pelo Guns N’ Roses, já que a banda está o processando.

Como te contamos por aqui no ano passado, Rick Dunsford foi acusado de vazar material inédito do grupo. Tratam-se de gravações das sessões do disco Chinese Democracy (2008) que estavam em uma caixa leiloada por um ex-representante da banda, Tom Zutaut.

Depois de ser banido dos shows do Guns pelo resto da vida, Dunsford agora está sendo processado pela gravadora dos caras, a Universal Music. O selo afirma que pagou 15 mil dólares ao fã para recuperar os discos mas que, meses depois, encontrou as gravações de graça na internet — ou seja, uma quebra de contrato.

Rick, por outro lado, afirma que não é o culpado pelos vazamentos, já que a tal caixa foi adquirida junto com outros fãs à época. Em comunicado, a Universal afirma (via CoS):

É tremendamente decepcionante, triste e lamentável que um executivo envolvido com a banda em seus primeiros anos tenha achado apropriado leiloar materiais inéditos, que eram propriedade de seu ex-empregador.

Grande fã do Guns, o cara percorre os Estados Unidos atrás de apresentações da banda e vai a dezenas delas em um mesmo ano. Além disso, deu o nome de Axl para seu filho.

Guns N’ Roses no Brasil

Vale lembrar que a banda vem ao Brasil como headliner do Lollapalooza deste ano — saiba mais por aqui.

 
 
Compartilhar