Porta dos Fundos em
Divulgação
 

Em plena véspera de Natal, a produtora responsável pelos vídeos do grupo humorístico Porta dos Fundos foi atacada no Rio de Janeiro.

De acordo com publicação do jornal O Globo, a assessoria de imprensa do grupo confirmou a informação e disse que dois coquetéis molotov foram lançados contra o prédio, causando um pequeno incêndio por volta das 4 horas da manhã de hoje.

O fogo foi contido por um segurança do local e ninguém ficou ferido, com o ataque causando apenas danos materiais à recepção e um quintal do prédio.

O caso foi registrado como crime de explosão na 10ª DP, em Botafogo.

Nota Oficial do Porta dos Fundos

Em nota, o grupo afirmou que “condena qualquer ato de ódio e violência e, por isso, já disponibilizou as imagens das câmeras de segurança para as autoridades, para o Secretário de Segurança, e espera que os responsáveis pelos ataques sejam encontrados e punidos.”

Polêmicas Recentes

Vale lembrar que o Porta lançou um Especial de Natal na Netflix que está dando o que falar, já que A Primeira Tentação de Cristo insinua que Jesus Cristo era gay.

Com isso, vários religiosos, principalmente aqueles ligados à política, passaram a se manifestar contra o grupo e seu material, tendo pedido inclusive para que seus seguidores cancelassem as assinaturas na plataforma de streaming.

Como resposta, o Porta dos Fundos gravou um vídeo chamado “INRITADO”, onde tira sarro das críticas e ironiza o que chama de prioridades de Igreja: “combater piadas é mais importante que ajudar refugiados”.

A briga, porém, parece só ter ajudado a divulgar o Especial, que já foi renovado para 2020. A edição de 2018 ganhou o Emmy Internacional de Melhor Comédia.

 
Compartilhar