Dolly Parton
Foto: Divulgação
 

Pode parecer uma loucura em 2019, mas um líder da Ku Klux Klan tem um monumento em sua homenagem no Tennessee. Agora, outra personalidade do estado pode tomar seu lugar, e ela se chama Dolly Parton.

Nathan Bedford Forrest, que também foi um soldado confederado, ganhou uma estátua no Capitólio do Tennesse em 1978. Agora, políticos locais estão se movimentando para tirar o busto do local e substituí-lo com uma pessoa que de fato o mereça.

O governador Jeremy Faison (via CoS) falou sobre os desafios desta mudança, e também ressaltou que muitas personalidades poderiam estar ali.

Se quisermos preservar a história, vamos contá-la da maneira certa. No momento, existem oito alcovas [no Capitólio]. Sete delas representam homens brancos. Que tal colocar uma mulher lá? Minha filha tem 16 anos e eu adoraria que ela viesse ao Capitólio e visse uma mulher lá em cima. O que há de errado com Anne Dallas Dudley entrar naquela alcova? O que há de errado com alguém como Dolly Parton sendo colocado naquela alcova?

Após citar a quantidade de homens brancos homenageados, Faison também avaliou a possibilidade de fazer um monumento em homenagem aos escravos que ergueram o Capitólio de fato.

Isso sim é evolução, hein?

Dolly Parton

A cantora, que tem um parque temático chamado Dollywood nos Estados Unidos, relatou que recebeu ameaças homofóbicas.

Um dos eventos no local se chama “Dia Gay”, e acontece anualmente. Parton relatou que chegou a receber ameaças de morte por conta disso, mas não pretende parar, afinal ela “ama todo mundo”.

 
 
Compartilhar