Lobão em 2019
Foto por Amanda Baeta
 

As declarações do novo presidente da Funarte repercutem e agora quem falou a respeito foi Lobão.

Para recapitular rapidamente, o novo indicado para a posição, Dante Mantovani, disse em vídeos do seu canal do YouTube que o Rock “induz ao satanismo, aborto e drogas”, e ainda falou que bandas como The Beatles e artistas como Elvis Presley eram planos da União Soviética para destruir a família e a juventude norte-americana.

Ele ainda deu a entender que “Rock não é música” e, obviamente, muito se falou a respeito das frases de uma pessoa que ocupará um dos cargos mais importantes da Cultura no país.

Declaração de Lobão

De acordo com o site Whiplash, o cantor Lobão foi procurado pelo jornal O Globo e detonou as declarações de Mantovani.

Ele, que durante as eleições apoiou o então candidato e hoje presidente da república Jair Bolsonaro com unhas e dentes, parece ter mudado de ideia há algum tempo, e revelou:

O Bolsonazismo é uma doença que assola o Brasil, uma doença paranoica, um delírio conspiratório. Mas eu acho ótimo, porque quanto mais cafonas eles são, mais mico pagam. Olavo de Carvalho dando conta da agenda de costumes do país, da educação, da cultura, usando todas as armas numa doutrina tirânica e retrógrada.

Vi o Brasil em 1967 na passeata contra a guitarra elétrica. Eu que faço rock fico numa situação de fogo cruzado porque a esquerda detesta rock e a direita também.

LEIA TAMBÉM: Indignado, baixista do Angra fala em “vergonha” após banda ser citada por presidente da Funarte

Bolsonaro e Lula

Recentemente, Lobão deu uma entrevista para o site Congresso Em Foco e disse que tanto Lula quanto Jair Bolsonaro são “salafrários”.

 
 
Compartilhar