Howard Stern, Kurt Cobain (Nirvana) e Chris Cornell (Soundgarden)
Fotos via Wikimedia Commons
 

O radialista americano Howard Stern causou polêmica com os fãs do Nirvana nos últimos dias.

Durante seu programa, como afirma o Whiplash, o apresentador tocou “Monkey Wrench”, música de 1997 do Foo Fighters, e desandou a falar sobre o grunge dos anos 90. Stern afirma que gosta mais da banda atual de Dave Grohl do que de seu antigo grupo com Kurt Cobain e Krist Novoselic.

Howard ainda chegou a dizer que está feliz por ver que o “baterista do Nirvana” fez tanto sucesso após o fim da banda. O grupo chegou ao fim em 1994 após a morte repentina de Cobain, vítima de um suicídio.

Depois das declarações, a companheira de programa do apresentador, Robin Quivers, afirmou que o Nirvana “inaugurou uma era”. Isso fez com que Stern a corrigisse, afirmando que quem deu o pontapé inicial no grunge foi o Soundgarden de Chris Cornell. Ainda segundo o radialista, nenhuma das bandas sabia que o movimento cresceria tanto.

Justo, não? Apesar da explicação, Howard Stern ainda recebeu uma ligação de um ouvinte pedindo para que ele parasse de “bater” na banda de Kurt Cobain.

Soundgarden

O grupo infelizmente também chegou ao fim após a morte de seu líder.

Cornell se foi aos 52 anos em 2017, também vítima de um suicídio. Agora, a banda está lutando para conseguir lançar o último disco que gravou com o músico — saiba mais por aqui.

O Soundgarden é um dos indicados para o Hall da Fama do Rock and Roll em 2020. O Nirvana foi induzido em 2014.