Travis Scott em 2014
Foto de Travis Scott via Shutterstock
 

A notícia de que Travis Scott poderia cancelar seu show no Lollapalooza Brasil deixou todo mundo em estado de atenção nos últimos dias. Porém, a produção do festival informou nas redes sociais no início da tarde desta quarta-feira, dia 16, que ele vem sim.

confirmado!

A possibilidade do cancelamento se deu pelo ocorrido num show em New York durante o Rolling Loud Festival, realizado no último final de semana. Travis Scott caiu no palco quando cantava a música “Butterfly Effect” (assista abaixo), mas apesar do tombo, logo se levantou e continuou o show, mesmo sem apoiar um dos pés no chão.

De acordo com o site americano TMZ, após o evento o rapper passou pelo médico e foi constatado que o problema na verdade foi em seu joelho. Ele sofreu um deslocamento que pode ter alongado ou causado uma ruptura do tendão patelar.

A imprensa noticiou que a equipe médica iria acompanhar os próximos dias de Travis para decidir se será necessária ou não uma cirurgia para correção do problema, já que existe a possibilidade do acidente ser revertido naturalmente.

O rapper, porém, parece preferir logo enfrentar a faca e se recuperar o quanto antes para, além de voltar aos palcos com seus shows superenérgicos, estar em forma cem por cento também nas quadras. Travis Scott joga basquete e, inclusive, enfrentou o rapper Meek Mill no ano passado durante um jogo beneficente.

Se a cirurgia realmente acontecer, o período de recuperação total do rapper poderá chegar a seis meses, exatamente para quando está marcado o Lollapalooza Brasil.

Travis Scott

O festival rola entre 3 e 5 de Abril de 2020 e Travis Scott está escalado para fechar uma das noites. Saiba mais sobre o Lollapalooza Brasil 2020 aqui.

Nesta terça-feira, dia 15, Travis Scott conseguiu um grande feito para sua carreira: estrear direto no primeiro lugar da principal parada de música dos Estados Unidos, a Hot 100 da Billboard, que contabiliza as músicas mais compradas nas lojas digitais e mais ouvidas nas rádios e nos streamings por lá.

“Highest In The Room” é a segunda música do rapper a chegar ao topo da Billboard. A primeira foi “Sicko Mode”, em dezembro de 2018.

Na história, apenas 35 canções estrearam direto na liderança da tabela. Em 2019, outras duas faixas repetiram o ocorrido: “Sucker” do Jonas Brothers em Março, e “7 Rings” de Ariana Grande em Fevereiro.

 
 
Compartilhar