Ator Morto
Divulgação

Alexandre Capilé (Sugar Kane/Water Rats) e Caíque Fermentão (Corona Kings/Devilish) somam forças desde o ano passado no projeto Ator Morto, que acaba de lançar o disco de estreia Amor Torto.

Já com um EP (Caos) e vários shows na bagagem apesar do pouco tempo de banda, os caras se juntaram a Jairo Fajer (Autoramas) e Pedro Lipatin (Doris Encrenqueira) para a gravação das 10 faixas que compõem o disco.

Segundo Capilé, a banda teria surgido de um escape para uma depressão que teve e, por isso, “as letras abordam questões existenciais, a dor e alegria de viver, o amor e seus desfechos”; tudo isso ao som de uma bela mistura de rock ácido e garage pop.

Além disso, o álbum conta ainda com diversas participações que ajudam a embelezar a obra. A vocalista Juliana Strassacapa (Francisco, El Hombre) aparece na bela e sincera “Quem Sou”, além de harmonizar com a voz principal de Caíque em “Me Tira Daqui”.

Quem também está aí é João Lemos (Molho Negro), bem multitarefa. Ele toca sintetizadores na nervosa “Dopamina” e faz um solo de guitarra na reflexiva “Viciado”. Mais ainda, Pedro Pelotas (Cachorro Grande) aparece em “Viciado” e “Autonomia”, e Vini Zampieri (Sugar Kane) em “Tudo Natural”, além de ter contribuído com a letra de “Migous” juntamente com Chuck Hipolitho.

Ouça Ator Morto

Como o próprio Capilé define, “‘Amor Torto’ é uma ferida aberta que mostra intimamente quem somos e o que pensamos”. A sonoridade do disco reflete essa intimidade e, no player logo abaixo, você já pode conferir Amor Torto na íntegra!

NOTÍCIAS MAIS QUENTES no RESUMO DA SEMANA

Fique por dentro das notícias mais quentes do mundo da música, bem como dos lançamentos nacionais, ouvindo o Resumo da Semana, programa do Podcast Tenho Mais Discos Que Amigos!