Tegan And Sara
 

As sempre ótimas Tegan and Sara estão preparando o lançamento do seu disco Hey, I’m Just Like You mas, três dias antes, lançarão também o livro High School, uma coleção de memórias dos mais de 20 anos de carreira das duas.

Nele, uma das questões mais abordadas é sobre o uso de narcóticos e sobre como a imagem feminina é usualmente associada às drogas de forma negativa enquanto, para os homens, é visto como uma atitude rock’n’roll.

Tegan diz:

Nós nunca, nunca falamos sobre mulheres e uso de drogas positivamente. São os homens que geralmente escrevem sobre psicodélicos e ciência e saúde mental. Rockstars sempre tiveram alguma proximidade com o uso de drogas, mas a única vez que ouvimos sobre mulheres e uso de drogas é, tipo, Amy Winehouse e Courtney Love, e é um aviso.

Além disso, as gêmeas idênticas abordaram a questão de uma sociedade que normaliza o uso de álcool mas recrimina o uso de drogas de outro tipo. Sara ainda disse que não usa ácido há 20 anos, e explicou seu ponto de vista em entrevista ao The Guardian:

Tegan e eu sempre gostamos de ácido. Eu não queria higienizar ou dar uma diminuída nas nossas experiências por estar com medo das pessoas dizerem ‘Ah, isso é uma má influência’, tipo: ‘Tegan and Sara estão dizendo que usar ácido é legal.’ Não, foi a minha experiência. Eu tenho quase 40 anos, não uso ácido há 20 anos, mas eu também acho que a estigmatização das drogas não é saudável porque nós somos uma sociedade que é obcecada com o álcool.

Esses assuntos e muitos outros como linguagem chula à frente da mãe, reuniões de família forçadas e a documentação constante da vida da dupla estarão presentes no livro, disponível a partir de 24 de setembro. Abaixo, você pode conferir um tweet com uma prévia do que vem por aí.

Novo disco de Tegan and Sara

Hey, I’m Just Like You, nono disco de estúdio da dupla, estará disponível a partir do próximo dia 27 de setembro.

Confira abaixo o single “I’ll Be Back Someday”, que lidera a divulgação do álbum.

LEIA TAMBÉM: 10 artistas que têm suas carreiras musicais ligadas às drogas

 
 
Compartilhar