Jonny Greenwood, do Radiohead
Foto via Wikimedia Commons
 

O trabalho como compositor de trilhas sonoras de Jonny Greenwood não rendeu apenas uma indicação ao Oscar por Trama Fantasma em 2018.

O multi-instrumentista e co-fundador do Radiohead lançou recentemente o selo Octatonic Records, voltado para trabalhos de música clássica contemporânea. A intenção de Greenwood é lançar gravações em vinil e streaming de novos artistas interpretando composições clássicas já consagradas.

Quero produzir discos intimistas, que capturem a música de maneira que faça jus ao talento do músico e dos compositores que escolheram interpretar.

O músico se inspirou no próprio trabalho em parceria com o diretor Paul Thomas Anderson, que coleciona diversas trilhas assinadas por Greenwood. Entre elas, Sangue Negro (2007), O Mestre (2012) e Vício Inerente (2014).

O selo deve trabalhar apenas com solistas e pequenos grupos, e também será a desculpa perfeita para Jonny lançar produções próprias que estavam engavetadas. Uma delas é “Water”, que estará no lado B de Volume 1, um dos primeiros lançamentos da Octatonic.

No próximo dia 24, Volume 1 e Volume 2 estarão disponíveis para streaming, e em 4 de Outubro serão lançadas em vinil.

Vou trabalhar duro para produzir gravações que encorajem você a ver a música como algo vital e apaixonante.

Radiohead

Já com o Radiohead, seu último lançamento veio em 2016, com o disco A Moon Shaped Pool.