Yesterday, filme Beatles
Divulgação

Há elementos tão fundamentais na história da humanidade que é até difícil pensar em como estaria o mundo sem eles. Na verdade, é difícil até fazer nosso cérebro considerar a possibilidade de alguns deles nunca terem existido. Um desses elementos é, sem sombra de dúvidas, os Beatles — e agora temos um filme que nos força a imaginar uma realidade onde a banda que mais mudou a música nunca nem foi formada.

Yesterday, que tem direção de Danny Boyle e foi escrito por Richard Curtis, estreia nos cinemas brasileiros apenas no dia 29 de Agosto, mas já pudemos assistir ao longa em uma sessão exclusiva para a imprensa a convite da Universal Pictures.

Como já havia sido entregue pelos trailers, um apagão mundial acontece durante 12 segundos, nos quais o protagonista Jack Malik (Himesh Patel) é atropelado por um ônibus. Ao acordar no hospital e seguir com sua vida, puft — ele descobre que os Beatles não existem mais e, ao que tudo indica, é o único que se “lembra” do grupo e de suas canções. Depois de muito questionamento, Malik decide apresentar o material ao mundo como se fosse seu, e acaba virando a nova celebridade do show business.

O filme, entretanto, vai muito além e não só aborda os impactos diretos e imediatos que o “sumiço” do grupo da face da Terra teve no mundo da música, como também faz um paralelo com o vício e a idolatria. Nesta realidade, também nunca foram inventados o cigarro, a Coca-Cola e até, pasmem, Harry Potter.

Este é um elemento que só acrescenta à sequência de plot twists que o roteiro leve, mas não tão previsível quanto o esperado, entrega.

A jornada do herói

Carregando sozinho o peso de saber que a maior banda do mundo simplesmente desapareceu, Jack Malik também precisa lidar com os problemas de sua própria vida pessoal.

A história complicada de amor com a amiga e empresária Ellie Appleton (Lily James), a única que acreditou em seu potencial durante muito tempo, é uma emoção a mais para quem assiste ao longa. Inclusive, é das canções dos Beatles que o protagonista muitas vezes tira a inspiração para montar sua trajetória tortuosa ao lado da moça.

Himesh Patel brilha no papel, sabendo balancear muito bem os momentos de tensão, emoção e humor do roteiro. A personalidade desajeitada que montou para o personagem é um respiro em meio a tantos acontecimentos, alguns até revoltantes — incluindo a relação do cantor com Ed Sheeran, que interpreta a si mesmo na produção e dá seus pitacos nas músicas dos Beatles, trocando “Hey Jude” para… “Hey Dude”.

Nesta linha de pensamento, inclusive, Yesterday tenta imaginar como seriam recebidas as músicas da banda caso fossem lançadas atualmente, tanto pelo público quanto pela indústria musical. O resultado, que você vai ver ao assistir ao longa, não é dos mais animadores.

Leve o lencinho

Apesar da leveza e diversão, o roteiro se propõe a criar reflexões a todo momento. Uma delas vem na cena mais emocionante de todo o filme, onde Jack se encontra com um de seus ídolos — mas de uma forma inesperada e que com certeza vai te fazer chorar. Prepare-se!

Sem muito pretensão de ser considerado “filmaço”, Yesterday acerta em cheio ao levar a obra dos Beatles mais próxima ainda do grande público da melhor maneira possível: o emocionando.

TMDQA! SPOTLIGHT: assine a Newsletter oficial e gratuita do TMDQA! agora mesmo

Lançamentos da semana, Charts, textos exclusivos e muito mais: assine agora mesmo clicando aqui ou inserindo seu e-mail na caixa abaixo.