Jay-Z em entrevista para a CNN
Reprodução/Twitter
 

Jay-Z acaba de expandir ainda mais seu leque no empreendedorismo.

O rapper acaba de anunciar que virou parceiro de negócios da NFL, a liga esportiva profissional de futebol americano dos Estados Unidos. A notícia vem pouco depois do músico virar o primeiro bilionário do hip-hop.

Através da Roc Nation, sua gravadora, Jay assinou um contrato que o torna “estrategista de entretenimento e shows” da liga. Isso que dizer que o rapper será peça chave na escolha dos artistas e bandas que tocam no intervalo do Super Bowl anualmente. A decisão da NFL vem após alguns fiascos com o evento, que teve Justin Timberlake e Maroon 5 nos últimos dois anos e… não agradou muita gente.

Além disso, a surpresa acerca da notícia é o posicionamento do músico com relação à liga. Jay-Z já criticou a NFL pela forma como a liga lidou com o protesto de Colin Kaepernick contra o racismo — o jogador se ajoelhou durante a execução do hino nacional americano. Em 2017, o rapper teria até recusado se apresentar no intervalo por conta disso.

Projetos sociais

Além da música, a parceria da Roc Nation também envolverá iniciativas sociais nos Estados Unidos. Sobre isso, Jay-Z declarou:

A NFL tem uma ótima plataforma e ela precisa ser inclusiva. Eles estão dispostos a fazer algumas coisas, a fazer mudanças, e podemos tirar algo bom disso.

LEIA TAMBÉM: Jay-Z firma parceria com empresa que vende maconha

 
 
Compartilhar