Membros do Rammstein se beijam na Rússia
Foto: Reprodução / Instagram
 

Não é segredo para ninguém que o Rammstein é uma banda que, por natureza, quebra paradigmas e põe o dedo na ferida.

Na última segunda-feira (29), os caras estiveram em Moscou, na Rússia, e por lá os guitarristas Paul Landers e Richard Kruspe se beijaram no palco durante a apresentação como forma de protestar contra as leis anti-LGBT que imperam no país.

Na conta oficial do Rammstein no Instagram, o grupo alemão fez questão de postar um álbum com fotos do show e abriu justamente com a imagem que você vê logo acima, ao lado da mensagem, em russo, que diz, “Rússia, Nós te amamos!”

Lei anti-LGBT na Rússia

View this post on Instagram

Россия, мы любим тебя! Photos: @jenskochphoto

A post shared by Rammstein (@rammsteinofficial) on

Vale lembrar que a lei foi aprovada em 2013 pelo (eterno) presidente russo Vladimir Putin, e claramente penaliza manifestações públicas de afeto entre pessoas do mesmo sexo.

Segundo as autoridades do país, o objetivo é “prevenir que crianças sejam expostas à homossexualidade”, tornando isso, então, ilegal, e fazendo com que qualquer ação que “mostre um ato homossexual como normal” seja crime.

A lei russa prevê que visitantes do país podem ser presos por até 15 dias ou multados em 5 mil rublos (cerca de 300 reais) e deportados.

Mais Rammstein na Causa

Em outro show, no dia 24 na Polônia, o vocalista do Rammstein, Till Lindemann, foi carregado pela plateia em um bote inflável carregando a bandeira do orgulho LGBT para celebrar a comunidade local, já que ela sofreu com vários ataques durante o Mês do Orgulho LGBT.

LEIA TAMBÉM: 5 vezes em que o Rammstein causou com seus clipes

Novo Disco

O mais recente disco da banda, homônimo, é um retorno do grupo após dez anos sem lançamentos e nós escrevemos uma resenha sobre o álbum por aqui.

 
 
Compartilhar