Katy Perry em premiação, 2017 Forbes
Foto via Shutterstock

A última segunda-feira (29) não foi um dia muito bom para Katy Perry, já que a cantora perdeu uma disputa na justiça por conta do hit “Dark Horse”.

Katy foi acusada de plagiar o rap gospel “Joyful Noise”, do rapper Flame, em 2014. Marcus Gray, nome real do músico, alega que a cantora usou a batida da canção sem autorização — ele teve apoio de Chike Ojukwu, que criou a melodia, e o compositor Emanuel Lambert.

No desfecho do processo, além de Perry, foram também declarados culpados o produtor Dr. Luke, além dos colaboradores Max Martin, Cirkut, Sarah Hudson e o rapper Juicy J, que canta na faixa. Os selos Capitol Records, Warner Bros. Music Corporation, Kobalt Publishing e Kasz Money Inc. também entraram na roda.

Durante o julgamento, Katy Perry alegou nunca ter ouvido “Joyful Noise”, lançada em 2008. Apesar disso, o júri decidiu culpá-la pelo plágio sendo ele proposital ou não.

Compare as duas músicas abaixo!

Katy Perry

O último disco lançado pela cantora é Witness, de 2017, e sua turnê passou pelo Brasil em 2018.

Neste ano, Perry lançou o single “Never Really Over” — veja aqui.