João Gilberto

No último final de semana ficamos todos entristecidos com a notícia de que João Gilberto, um dos maiores músicos brasileiros da história, morreu aos 88 anos de idade.

Responsável pela criação e popularização da Bossa Nova no mundo todo, ele foi celebrado por inúmeros músicos e sua passagem virou matéria de destaque em uma série de veículos internacionais dos mais diversos portes.

Quem parece não ter se comovido com a passagem de João Gilberto foi o atual Presidente da República, Jair Bolsonaro, que quando ficou sabendo da notícia respondeu apenas com “[Era] Uma pessoa conhecida. Nossos sentimentos à família, tá ok?”

Críticas e MC Reaça

Após a declaração do Presidente, muitas pessoas o criticaram por conta da resposta fria, curta e direta a respeito de um músico que fez história ao levar o nome do Brasil mundo afora, como quando ganhou o primeiro prêmio de Álbum do Ano dado a um disco de Jazz no Grammy.

Além disso, outros tantos compararam o comentário com a reação que Bolsonaro teve após a morte de MC Reaça, conhecido por seu apoio à direita e por ter feito jingles para Jair Bolsonaro.

Na ocasião, o político lamentou:

Tales Volpi, conhecido como Mc Reaça, nos deixou no dia de ontem. Tinha o sonho de mudar o país e apostou em meu nome por meio de seu grande talento. Será lembrado pelo dom, pela humildade e por seu amor pelo Brasil. Que Deus o conforte juntamente com seus familiares e amigos.

A Polícia classificou a morte de MC Reaça como “possível suicídio” e contra ele pairam acusações de que teria espancado uma mulher com quem mantinha um caso extraconjugal quando ela lhe disse que estava grávida.

 

NOTÍCIAS MAIS QUENTES no RESUMO DA SEMANA

Fique por dentro das notícias mais quentes do mundo da música, bem como dos lançamentos nacionais, ouvindo o Resumo da Semana, programa do Podcast Tenho Mais Discos Que Amigos!

 

Compartilhar