Paulo Antônio Pagni (Paulo Pagni), baterista do RPM
Foto: Reprodução/Instagram
 

Paulo Antônio Pagni (P.A.), baterista da histórica banda de rock brasileira RPM, morreu hoje (22) aos 61 anos de idade.

A triste confirmação vem depois de uma sequência de acontecimentos confusa. No dia 2 de Junho, a página oficial da banda no Instagram havia declarado o falecimento do músico, mas depois voltou atrás dizendo apenas que ele estava em uma situação “muitíssimo grave”.

Hoje, infelizmente, P.A. não resistiu mais às complicações que desenvolveu a partir de uma pneumonia. O baterista esteve internado por mais de um mês no Hospital São Camilo, em Salto (interior do estado de São Paulo).

Confira abaixo o comunicado oficial divulgado na página do RPM no Facebook, no qual a banda ainda confirma que realizará o show marcado para hoje na cidade de Garopaba/SC.

RPM

Nosso querido amigo P.A resolveu definitivamente descansar de sua brava luta pela vida.Partiu hoje em decorrência do…

Posted by RPM on Saturday, June 22, 2019

Paulo Pagni entrou para o RPM em 1985, logo depois do lançamento do disco de estreia da banda e após a saída de Charles Gavin.

Além de tocar com o grupo, Pagni também tocou bateria no projeto solo de Paulo Ricardo, o PR5. Fazia parte da formação atual da banda, com novo vocalista, e perdeu diversos shows por conta de seu estado de saúde.

Que descanse em paz!

 
Compartilhar