PJ Harvey no Popload Festival 2017
Foto por Stephanie Hahne

A excêntrica e admirável artista inglesa PJ Harvey tem se empenhado bastante em contribuir para trabalhos visuais enquanto não aparece com o aguardado sucesso de The Hope Six Demolition Project, seu nono álbum de estúdio, lançado em 2016.

Depois de compor músicas para o longa Dark River (2017) e para a peça All About Eve (lançada neste ano e estrelada por Gillian Anderson), Harvey foi responsável por nada menos que seis faixas que integram a trilha sonora da série dramática The Virtues, criada por Shane Meadows (o mesmo do clássico filme This is England).

A série mostra a história de um homem chamado Joseph (interpretado por Stephen Graham), que enfrenta sua identidade após descobrir uma memória reprimida e, finalmente, partir para a busca de vingança.

PJ Harvey e a parceria com Shane Meadows

Harvey comentou sobre sua admiração pelo diretor e como funcionou a colaboração com Meadows:

Estou muitíssimo feliz por ter fornecido músicas para este extraordinário e poderoso novo drama de um diretor que eu admirei e acompanhei por toda a minha vida. Shane tem objetividade e sensibilidade únicas em seu trabalho, pelas quais eu sou atraída e aspiro em meu próprio trabalho, por isso nossa colaboração foi aberta e confiante. Enviei as ideias como demos para ele testar enquanto editava e pudesse escolher o que usar e produzir o maior efeito. No final, nós dois adoramos como as demos funcionaram, então deixamos como estavam, novamente aumentando a beleza crua da peça.

Você pode ouvir as faixas “Prayer”, “Submerge”, “Death”, “The Lonely Wolf”, “Subterranean” e “The Crowded Cell” logo abaixo. A trilha sonora ainda conta com colaborações de Set Fire To Flames, Toydrum, Micah P. Hinson, Lisa Hannigan, MONO, Aphex Twin, Gazelle Twin, Ted Barnes e Gavin Clark.

“The Crowded Cell”, inclusive, ganhou um videoclipe dirigido pelo próprio Meadows, que comentou sobre o trabalho:

Descobrimos ao longo da série que o jovem Joseph fugiu de uma casa de repouso aos nove anos de idade. Nós filmamos esses flashbacks em uma câmera VHS antiga que compramos no dia anterior, o que acrescenta autenticidade à filmagem.

Confira o resultado: