Woodstock 50 (2019)
Foto: Divulgação

A pouco mais de 2 meses de acontecer, o Woodstock 50 não tem mais um local. Pois é.

A equipe do Watkins Glen, lugar onde o evento aconteceria nos dias 16, 17 e 18 de Agosto, anunciou na segunda-feira (10) que desistiu de conceder a licença ao festival. Vale lembrar que o evento também perdeu seu time de produção.

Em comunicado, os responsáveis declararam:

A Watkins Glen International rescindiu a licença do local para o Woodstock de acordo com as disposições do contrato. Sendo assim, o WGI não será o anfitrião do Woodstock 50 Festival.

Apesar disso — e de várias outras tretas –, Lang continua com planos de dar vida ao evento e não vai desistir.

Em uma publicação, Gregory Peck, sócio de Michael, disse:

Estamos em negociações com outro local para sediar o Woodstock 50 de 16 a 18 de agosto, e esperamos compartilhar o novo local quando os ingressos começarem a ser vendidos nas próximas semanas.

Sim, faltam 66 dias para o evento, mas só ficaremos sabendo do local quando os ingressos — que já deveriam ter sido vendidos — estiverem disponíveis.

Como aponta a Consequence of Sound, o Woodstock não pode legalmente vender ingressos enquanto não tiver uma permissão para acontecer — esse tipo de documento pode demorar semanas para ser aprovado após a escolha do local.

É… tá difícil.

Woodstock 50

O evento anunciou nomes como JAY-Z, Miley Cyrus, Chance the Rapper, Imagine Dragons, Robert Plant, Santana, David Crosby, John Fogerty e Dead and Company — o Black Keys também estava na lista, mas cancelou.

NOTÍCIAS MAIS QUENTES no RESUMO DA SEMANA

Fique por dentro das notícias mais quentes do mundo da música, bem como dos lançamentos nacionais, ouvindo o Resumo da Semana, programa do Podcast Tenho Mais Discos Que Amigos!

 

Compartilhar