Boca Livre
Foto: Leo Aversa
 

Após 6 anos sem novidades, o consagrado grupo Boca Livre lançou o seu décimo terceiro disco. Intitulado Viola do Bem Querer, o álbum conta com a sonoridade que os destacou durante a década de 70, com o ênfase no uso da viola de 10 e da flauta. A divisão das vozes também é uma característica marcante do álbum.

Zé Renato, um dos integrantes do quarteto, falou sobre o prazer da volta:

Após seis anos sem lançar um álbum e 41 desde o início da nossa formação, olhamos para nós mesmos, sem compromisso algum com regras ou tendências do mercado, postura adotada desde o primeiro disco. Estamos munidos com o que sabemos fazer melhor: cantar um repertório que foi escolhido com o rigor habitual e que nos inspirou a chegar em um resultado, antes de mais nada, prazeroso. O prazer de cantar juntos é o que nos move. Assim foi e sempre será.

A aguardada volta conta com nove faixas inéditas, gravadas em parceria com um grande time de músicos convidados. Atualmente, eles estão fazendo shows pelo Rio de Janeiro para a divulgação das novas faixas.

Confira abaixo:

 

Armandinho

Armandinho
Foto: Reprodução / Youtube

Após vários hits emplacados nas rádios ao longo dos anos 2000, Armandinho ainda continua na ativa.

Recentemente o cantor lotou shows em turnê pela Oceania e, durante essa leva de shows, lançou uma versão ao vivo da canção “Sol Loiro“. A faixa antecipa um álbum ao vivo que o cantor pretende lançar ainda em 2019.

A canção, composta para sua filha Marcela, foi originalmente lançada como a faixa-título de seu mais recente álbum de estúdio, lançado em 2013. Sobre a sua animação para os eventos futuros, Armandinho conta:

Eu me sinto como um menino, louco para viver uma fase da vida de maturidade e muita energia. Então meu desejo é compartilhar essa disposição, mostrar que na minha idade ainda tem muita vida pela frente. Estou sempre começando de novo.

Confira:

Bamba EFX

Bamba EFX
Foto: Divulgação

Diretamente de Piracicaba (SP), a banda Bamba EFX lançou recentemente o seu primeiro videoclipe. E, como um ótimo passo inicial, nos apresentaram à canção “Vortex“.

A faixa nos direciona a uma mistura criativa entre rock alternativo, jazz e neosoul. A experimentação de gêneros caminha junto a uma experimentação lírica, em uma letra que mistura inglês e português.

Enquanto isso, o videoclipe, dirigido por Edson Figueroa, nos transporta para uma colorida e vibrante festa. Esse cartão de visitas antecipa o lançamento do primeiro EP da banda, ainda sem data confirmada de estreia.

 

Rafael Balla

Rafael Balla
Foto: Gabriela Perez

Balla é o nome do EP de estreia de Rafael Balla. Trata-se do resultado do esforço de mais de 30 profissionais, além, é claro, de Rafael, o compositor do projeto.

Com uma mistura agradável entre MPB e folk com traços de indie rock, o álbum se mostra um gostoso resultado de uma forte influência na sonoridade musical brasileira. Isso já havia ficado claro após as divulgações de “Praça” e “Eu Não Admiti“, que antecederam o lançamento do EP. Agora, a sonoridade peculiar pode ser explorada ainda mais com inéditas como “Estilhaço” e “Mundo Novo“.

Lançado recentemente, o álbum já acumula um número de reproduções expressivo. Confira abaixo: