Greta Van Fleet no Lollapalooza Brasil 2019
Foto: Aline Krupkoski
 

O baterista do Greta Van Fleet falou sobre influências e o impacto de sua banda para músicos que estão começando.

Em recente entrevista, Danny Wagner foi questionado sobre a responsabilidade de ser um grupo modelo para as novas bandas de rock que estão surgindo. O repórter ainda citou o Led Zeppelin como influência para o Greta.

Wagner declarou:

Sabemos do fato de que somos influentes, principalmente para músicos jovens. Essa parece ser a corrente ou a evolução de como a música funciona e sempre funcionará. Mas sim, isso foi outra coisa que não esperávamos atingir ainda no estágio em que estamos agora.

Além disso, o baterista também revelou um pouco do processo de composição das músicas. A banda está preparando um novo álbum ainda para este ano — saiba mais na entrevista que fizemos com Sam Kiszka, baixista do Greta van Fleet, durante o Lollapalooza Brasil.

Na maioria do tempo, todos escrevem sozinhos e depois nos reunimos. Mas a música por si só é um produto de colaboração de quatro vias… Nós sempre temos guitarras por aí e sempre há algo aparecendo. Eu suponho que é uma vantagem nossa, nunca parece estar faltando qualquer material.

LEIA TAMBÉM: “Reclamam que o rock morreu e nos criticam”, diz baixista do Greta Van Fleet

 
Compartilhar