O Lollapalooza Brasil 2019 só começa amanhã (05), mas atrações relacionadas ao festival têm rolado durante toda a semana.

A gente já te falou por aqui sobre o show de Bring Me The Horizon e Fever 333 como parte das Lolla Parties e hoje foi a hora do público ter o primeiro gostinho de como está montado o Autódromo de Interlagos para a edição desse ano do festival.

E tudo isso aconteceu graças ao Onix Day com shows de três atrações do line-up de 2019: Portugal. The Man, Macklemore e Sam Smith.

Como nós bem te avisamos por aqui, o “dia extra” do Palco Onix é um oferecimento da Chevrolet, uma das patrocinadoras do Lollapalooza Brasil, e as entradas foram distribuídas gratuitamente para donos do automóvel, o que levou uma multidão imensa ao Autódromo mesmo com a programação marcada para começar às 18:30 com São Paulo no em seu modo de trânsito caótico.

Deixando os problemas do lado de fora, as pessoas entraram na estrutura do Lollapalooza Brasil e o que podia se ver desde a entrada era um público empolgado como se fosse um dia normal de festival, tirando fotos, aproveitando os shows e celebrando o fato de estar por ali.

Além de ativações da marca, do festival e de boa parte da estrutura como bares e lanchonetes já funcionando a todo vapor, as duas primeiras apresentações foram movidas a muita energia, com o Portugal. The Man mostrando seu indie-pop afiado e o rapper Macklemore dando um espetáculo à parte.

O cara domina o palco com muita propriedade e vai das rimas rápidas até canções pop de forma natural e em questão de poucos minutos. Carregando o público nas mãos, fez diversas declarações de amor ao Brasil e disse que “passou a vinda inteira querendo vir pra cá”.

Comandando uma festa, houve momentos em que as coisas ficaram sérias e ele falou sobre como todos ali, independentemente de raça, cor da pela ou orientação sexual, eram bem vindos e sempre seriam em qualquer de suas apresentações.

Ele ainda chamou convocou a plateia para uma competição de dança, levando um fã ao palco, e falou sobre como teve grandes momentos na América do Sul, ressaltando que no final de semana faz o último show como parte da série de Lollapaloozas por aqui.

Após toda a festa veio o britânico Sam Smith com sua sofrência cheia de classe e desde o começo ele convocou o público para cantar junto, sendo acompanhado prontamente.

Assim como Macklemore, ele fez diversas juras de amor ao Brasil, falou sobre como era incrível tocar no país e disse que passou “dias memoráveis” em São Paulo nos últimos tempos.

Logo em uma das primeiras músicas ele apresentou sua banda ao público, agradeceu seus colegas músicos e ainda falou sobre como se sente um privilegiado por ter a chance de rodar o mundo fazendo o que mais gosta para públicos como os daqui.

Com sua voz característica, hits e força para encantar quem tivesse à sua frente, Sam Smith fez uma troca de talentos e carinhos com as pessoas e deixou o Autódromo bonito com luzes de smartphones, baladas e momentos de muito amor.

 

O Onix Day foi um gostinho do que vem por aí no Lollapalooza Brasil e pelo jeito parece ter vindo pra ficar, já que na sua segunda edição mostrou que não apenas é um sucesso de quantidade de público como também proporciona uma experiência diferente e democrática às pessoas: enquanto algumas irão ao festival e puderam sacar um pouco dele, outras não poderão ir aos três dias oficiais de evento e aproveitaram esse aperitivo da melhor forma que poderiam, dançando, bebendo, se divertindo com os amigos e apreciando boa música.

Acompanhe como tudo aconteceu nos Stories que fizemos no Instagram.