Clipe de
Foto: Reprodução / Youtube
Ouça playlist com clássicos do Rock!  

Os Black Eyed Peas estão de volta!

Após cerca de 8 anos sem lançar um álbum cheio, o grupo (que agora se resume a um trio) quebrou o silêncio com o lançamento de Masters Of The Sun Vol. 1. Sem Fergie, o grupo optou pela mudança mais brusca da carreira ao voltar para o hip-hop de protesto.

Isso fica claro logo na primeira faixa do álbum, “Back 2 Hiphop“, que conta com a participação do rapper Nas. Usando samples de “Back To Life“, do grupo Soul II Soul, a faixa agora conta com um clipe oficial e bem interessante visualmente.

 

“De volta à vida”

O diretor Pasha Shapiro já havia trabalhado com will.i.am anteriormente. Ele foi um dos diretores do clipe de “Feelin’ Myself“. Na mesma pegada moderna, com exibição de carros e efeitos tecnológicos, Shapiro dirigiu o novo clipe dos BEPs.

Focando em figuras geométricas e em um padrão rubro-negro de cores, o clipe faz bastante uso do recurso de animação. A figura de Nas no clipe faz referência à cultura egípcia, se assemelhando a um faraó. Carros, pirâmides voadores e colunas gregas são alguns dos elementos feitos na forma de animação.

 

O gênero “ressuscitou”

A parceria entre os BEPs e Nas evidenciam a volta do Black Eyed Peas para suas raízes de hip hop. Aparentemente é uma “volta à vida” não só para o grupo como também para Nas.

Curiosamente, o rapper lançou o álbum Hip Hop Is Dead em 2006, e a faixa-título contava justamente com produção e participação especial de will.i.am. Na escolha do nome do lançamento, Nas criticou a decadência do poder dos artistas da época. Em entrevista concedida na época para a MTV.com, ele deixou clara sua visão:

Quando digo que o ‘hip hop está morto’, digo basicamente que a América está morta. Não existe voz política. A música está morta, tal como nosso modo de pensar, nosso comércio… Tudo nessa sociedade já foi feito. É como um estilingue: o projétil tem força, mas em algum momento cai no chão. Estamos em um estado vulnerável. Se não mudarmos, vamos desaparecer, como Roma. Acredito que o hip hop possa reconstruir a América, mas para isso os artistas precisam ser os donos do gênero.

Será que hoje, em 2018, os artistas voltaram a ter essa tal força?

Reflita enquanto assiste ao glorioso retorno dos Black Eyed Peas às raízes com o novo clipe: