Desde os anos 70 os festivais de música no Brasil têm crescido de forma assustadora. Não só as grandes franquias internacionais, mas também os eventos organizados para valorizar a cultura brasileira acabaram se tornando o melhor espaço para integrar artistas e seu público em um ambiente descontraído.

Não é fácil entender como essas grandes produções são planejadas e como os locais, bandas e patrocinadores são escolhidos. É preciso voltar na história e analisar os principais eventos que já aconteceram por aqui.

E é o que a escola sobre o mercado da música On Stage Lab, criada em 2014 em São Paulo, está oferecendo.

Professores

(Reprodução: facebook.com/Onstagelab)

Eles convidaram Fabrício Nobre, criador do festival Bananada, em Goiânia, e Pena Schmidt, lendário produtor que já gravou nomes como Ira! e Os Mutantes, e já dirigiu espaços como o Auditório Ibirapuera e o Centro Cultural São Paulo.

No próximo dia 29, um sábado, os dois darão a masterclass “Festivais: voláteis, instáveis, complexos e ambíguos”, com duração de nove horas, na sede da escola, que fica na Rua Teodoro Sampaio, zona oeste da capital paulista.

Desconto

Ainda dá tempo de se matricular! E pra melhorar, o Podcast Tenho Mais Discos Que Amigos! arrumou um baita desconto pra você. Basta entrar neste link e, na hora de concluir sua inscrição, inserir o cupom TMDQA_10.

Em dezembro, a escola vai realizar mais duas masterclasses sobre temas diferentes envolvendo o showbiz. Mais informações no site da On Stage Lab.