Paixão Côrtes, grande compositor tradicional gaúcho, morre aos 91 anos

Aos 91 anos, morre nessa segunda-feira (27/08), Paixão Côrtes, um dos mais aclamados cantores e compositores da música gaúcha

Paixão Côrtes
Foto: Agência GBC
 

Nessa segunda-feira (27/08), a música gaúcha fica órfã de um de seus grandes nomes.

Aos 91 anos, Paixão Côrtes, um dos mais importantes compositores da música tradicional gaúcha veio a óbito no Hospital Ernesto Dornelles em Porto Alegre – RS. A instituição afirmou que sua morte se deu por volta das 16h05, mas a causa ainda não foi informada.

Responsável por levar a música gaúcha para o reconhecimento nacional, Paixão é compositor de clássicos que já foram regravados por grandes nomes da música brasileira, como Stellinha Egg, Inezita Barroso e Nara Leão.

Foi, em 1948, fundador do reconhecido Centro de Tradições Gaúchas (CTG), e junto de Barbosa Lessa, resgatou as tradicionais canções gaúchas: “Maçanico”, “Tirana do Lenço”, “Xote Sete Voltas” e “Vaneira Marcada”.

Mais que um músico, Paixão Côrtes é um marco cultural do Rio Grande do Sul, que já é homenageado até mesmo com uma estátua na capital gaúcha. Suas obras e ações ficarão marcadas na história e serão repetidamente relembradas na tradição desse povo.

 
 

Comentários