James Gunn na estreia de Guardiões da Galáxia em 2014
Foto de James Gunn via Shutterstock
 

Há alguns dias o diretor James Gunn foi demitido pela Disney e afastado da produção de Guardiões da Galáxia 3.

Ao que tudo indica, porém, boa parte do elenco do filme está ao lado do cara, tanto que agora há pouco Chris Pratt, Zoe Saldana, Bradley Cooper, Dave Bautista, Vin Diesel e mais assinaram e publicaram uma declaração onde defendem o (ex?) colega de trabalho.

Na carta aberta publicada a “fãs e amigos”, que pode ser encontrada traduzida logo abaixo, o elenco diz:

Nós apoiamos James Gunn completamente. Ficamos todos realmente chocados pela sua demissão abrupta na semana passada e esperamos, intencionalmente, por dez dias para responder com o objetivo de pensar, rezar, ouvir e discutir. Nesse período, fomos encorajados pela onda de apoio dos fãs e membros da mídia que gostariam de ver James de volta como diretor do Volume 3 bem como desencorajados por aqueles tão facilmente enganados para acreditar nas várias teorias da conspiração ao seu respeito.

Estar nos filmes de ‘Guardiões da Galáxia’ tem sido uma grande honra para as vidas de cada um de nós. Não podemos deixar esse momento passar sem expressar o nosso amor e apoio e compartilhar a nossa experiência tendo passado tantos anos juntos no set gravando Guardiões da Galáxia 1 e 2. O caráter que ele mostrou após a demissão é consistente com o homem que ele era todos os dias no set, e o seu pedido de desculpas, tanto agora quanto de anos atrás quando falou pela primeira vez sobre suas declarações, acreditamos que sejam do coração, um coração que conhecemos, amamos e no qual confiamos. Ao escalar cada um de nós para ajudá-lo a contar a história dos desajustados que encontram redenção, ele mudou as nossas vidas para sempre. Nós acreditamos que o tema de redenção nunca esteve tão relevante quando hoje.

Cada um de nós está ansioso para trabalhar com o nosso amigo James novamente no futuro. Sua história não acabou – longe disso.

Existe pouco processo no tribunal da opinião pública. James provavelmente não é a última pessoa boa a ser mandada para o julgamento. Tendo em perspectiva a crescente divisão política nesse país, é seguro dizer que episódios assim irão continuar acontecendo, apesar de esperarmos que Americanos de todo o espectro político possam ir mais devagar na destruição de personalidades e parem de dar armas à mentalidade da multidão.

Temos a esperança de que o que aconteceu possa servir como um exemplo para que todo mundo perceba a imensa responsabilidade que temos conosco e com os outros no que diz respeito às palavras escritas quando nós as eternizamos na pedra digital. Que nós, como uma sociedade, tenhamos a capacidade de aprender com essa experiência para no futuro pensar duas vezes antes de decidirmos o que gostaríamos de expressar. E nesse processo, talvez aperfeiçoar a capacidade de ajudar e curar ao invés de machucar uns aos outros. Obrigado por ter lido as nossas palavras.

Os Guardiões da Galáxia,

Chris Pratt, Bradley Cooper, Zoe Saldana, Vin Diesel, Sean Gunn, Dave Bautista, Pom Klementieff, Karen Gillan, Michael Rooker

Demissão de James Gunn

Vale lembrar que a demissão de James Gunn veio após a revelação de uma série de tweets do diretor no passado onde ele fazia piadas de muito mau gosto a respeito de questões bastante sensíveis.

O próprio diretor se pronunciou a respeito dizendo que se arrependia das palavras proferidas e que já havia pedido desculpas por conta delas.