Jean-Claude Van Damme em 2016
Foto de Jean-Claude Van Damme via Shutterstock
Ouça playlist com clássicos do Rock!  

Jean-Claude Van Damme voltou aos holofotes na última semana por alguns comentários bem provocadores.

Ao ser convidado para o programa francês On n’est pas couché, o ator discutiu com a ministra de igualdade de gênero francesa Marlène Schiappa ao abordar o papel da mulher em sociedade e o casamento de pessoas do mesmo sexo.

Van Damme chegou a interromper uma fala da ministra para dizer que mulheres deveriam cuidar dos filhos e ficar em casa, enquanto o homem trabalha para sustentar a família. O ator declarou (via Extra):

Você é uma mulher e eu sou um homem. Há mulheres que gostam de trabalhar, como você, e que sabem ao mesmo tempo cuidar de seus filhos. Há mulheres que gostam de ficar em casa para cuidar das crianças. Mas se todas as mulheres trabalhassem, quem ficaria com os pequenos em casa?

Em resposta, a ministra o acusou de mansplaining, “quando um homem interrompe uma mulher para explicar algo que ele acha que conhece melhor”. Ela também disse: “De acordo com sua teoria, se um homem casa com outro homem ou uma mulher casa com uma mulher, quem deve trabalhar?”

Neste momento, Van Damme tirou sarro da situação, comparando o casamento de pessoas do mesmo sexo ao casamento de cachorros.

Na última terça-feira (03), em resposta às críticas, o ator foi ao programa Morandini Live explicar que não tem preconceito com homossexuais, pois “um primo e dois melhores amigos” de sua mãe também são.

Ele declarou:

Eu não tenho nada contra os homossexuais, nem contra as mulheres, nem contra os cachorros. A vida é bela, tudo é impecável. Todos esses rumores são coisas inventadas pela televisão. Vão à merda.

Simpático.

 
Compartilhar