Mano Brown
Foto de Mano Brown por Fernando Eduardo
 

É muito provável que nos últimos dias você tenha ouvido falar sobre Julio Cocielo, um YouTuber que estava cobrindo a Copa do Mundo da Rússia patrocinado por marcas das mais expressivas no mundo corporativo.

Em um dia de jogo da França, ele resolveu que seria engraçado fazer uma piada claramente racista em relação a Mbappé, um dos destaques da Copa, dizendo que o jogador “conseguiria fazer uns arrastão top na praia”.

Ele tentou “explicar” o tweet depois e disse que estava se referindo à velocidade do atleta mas, convenhamos, mesmo que por um segundo a gente acreditasse em uma explicação tão frágil, logo depois inúmeras outras mensagens racistas dele foram descobertas na conta do Twitter e a situação ganhou proporções cada vez maiores. As marcas retiraram seus patrocínios ao cara, muita gente o criticou e quem falou justamente sobre uma dessas mensagens do passado foi o rapper Dexter.

Ao publicar a screenshot de uma mensagem onde Cocielo diz que os negros deveriam ser exterminados, Dexter recebeu inúmeros comentários incluindo alguns do amigo Mano Brown, que disse que “depois que inventaram a desculpa nunca mais morreu ninguém”, ironizando os pedidos de desculpas feitos pelo YouTuber.

Além disso, ele ainda deu a entender que gostaria de “bater um papo” de perto com Cocielo e postou uma mensagem dizendo que “Uma hora nois cruza ele Oitavo”, se referindo ao apelido de Oitavo Anjo, pelo qual Dexter atende.

Mano Brown e Cocielo
Foto: Reprodução / Instagram

Piada x Racismo

Em tempo, nós separamos por aqui o que é verdadeiramente uma piada sobre a velocidade de Mbappé, bem diferente do que o rapaz mandou em sua infeliz publicação.